Vereador Zé Valdeci denuncia falta de vacina para crianças na área de saúde de Barra de São Francisco

491
Zé Valdeci, um vereador polivalente na câmara francisquense
Zé Valdeci, um vereador polivalente na câmara francisquense

O vereador Zé Valdeci (PT), de Barra de São Francisco, está denunciando o descaso por parte da prefeitura municipal, principalmente na área de saúde onde praticamente falta de tudo e o povo menos favorecido pela sorte encontra-se desprezados pela secretaria municipal de saúde

O petista que tem se destacado pela autuação seria naquela casa de leis colocou a boca no trombone e fez um desabafo. “Nessa segunda feira, 23/02/2015, na tribuna da sessão ordinária da Câmara relatei sobre a falta de vacina BCG em nosso Município e depois ouvi dizer que o problema é nacional”.

“Seria, se estivesse faltando apenas aqui em Barra de São Francisco, pois verificamos que podemos encontrá-la nos municípios vizinhos.Muitos pais que procuraram as unidades de saúde no nosso Município, para vacinar seus filhos, se depararam com a falta da BCG (Bacilo Calmette-Guérin)”.

“Essa notícia gerou desconforto para quem procurou a vacina que protege adultos e crianças contra infecções, sobretudo a tuberculose. A BCG é administrada em crianças menores de cinco anos de idade, conforme o Calendário de Vacinação da Criança, Portaria nº 1.602 de junho de 2006, do Ministério da Saúde. Preferencialmente, deve ser administrada em menores de um ano de idade, uma vez que quanto menor a idade maior a eficácia deste imunobiológico”.

“Quem compra as vacinas é o Ministério da Saúde, através do Programa Nacional de Imunização, após a compra os lotes são distribuídos para os Estados e municípios, e no momento apenas a rede particular dispõe dessa vacina que está custando, em média, R$ 400 reais.Fica o meu questionamento aqui. Com a palavra o secretário Municipal da Saúde de Barra de São Francisco”.

Alguns internautas comentaram o assunto. Leiam na integra:

Sandro Ferreirafoi eu quem cobrei isso ao vereador JOSÉ… VALDECI meu filho tem 21 dias de vida, se quis vacinar tive que ir na cidade vizinha (mantena) e tem amigos que foi em colatina e la conseguiu!!! então sera que e em nível nacional?

Debora Oliveira Cocoontem tbm fui vacinar minha filha de quatro meses e tbm nao tinha vacina ,vou ter q leva -la em matena .

Debora Oliveira Cocoé vergonhosa a situaçao q o municipio se encontra.

Cristiane VieiraNosso Município é uma verdadeira vergonha, e ainda tem um bando de puxa saco de prefeito irresponsável.

Sebastião ErculinoCulpar o governo federal pelo problrms da saude é uma lástima. Conseguiram devolver ambulâncias. Francamenteeeee.

Zé Valdeci pede mais informações a prefeitura

Zé Valdeci, em sessão realizada nesta segunda-feira dia 23, solicitou ao plenário a aprovação de diversos requerimentos, direcionados ao chefe do Poder Executivo, no sentido de obter informações sobre o funcionamento do Conselho Municipal de Meio Ambiente, bolsa de estudos para universitários e sobre o estacionamento rotativo.

Meio Ambiente

Zé Valdeci sobre o Conselho de Meio Ambiente, argumenta que é necessário saber como vêm sendo utilizados os recursos arrecadados nos licenciamentos. O parlamentar quer ainda saber o número da conta bancária, agência e extratos mensais do período de julho de 2014 a janeiro deste ano.

Bolsa de Estudos

Noutro requerimento também aprovado, José Valdeci questiona se o município vem concedendo bolsa de estudos para universitários e se está, quais os critérios utilizados para concessão, quais os beneficiados, qual o valor liberado, se o beneficiado oferece contrapartida e se existem parcerias firmadas entre o município e instituições de ensino superior. Em caso afirmativo, Valdeci quer saber quais os benefícios que estas instituições concedem aos alunos agraciados com as bolsas.

Rotativo

Em outro oficio que foi aprovado por unanimidade pelos vereadores presentes a última sessão, o autor solicita informações a direção do Corpo de Assistência aos Meininos e Meninas “Floro Lima”. O parlamentar petista questiona quais os critérios usados para a seleção de jovens para contratação para atuar no estacionamento rotativo, quais seriam os benefícios que são ofertados aos jovens para o preparo profissional, cultural e realização pessoal. Questiona ainda, qual a quantidade de jovens que executam tal função.

Por: Carlos Madireira