Vereador de Sooretama questiona: “O que tem para esconder na folha de pagamento?”

603

EDSONMais de 250 assinaturas foram recolhidas da população, o equivalente a quase 2% eleitorado, em solidariedade ao pedido de informação encaminhado pelo vereador Edson Isidoro (PDT) sobre a folha de pagamento de servidores municipais de Sooretama, município do Norte capixaba administrado por Esmael Loureiro (PMDB).

A população quer saber o que há para esconder na folha de pagamento, segundo o vereador. Negando seu papel fiscalizador dos atos do Executivo, a Câmara de Vereadores rejeitou o Requerimento Regimental 006/2015 de Isidoro no último dia 20, o que provocou revolta na população, que lotou as galerias do Legislativo Municipal.

No documento, o parlamentar pede o envio de cópia da folha de pagamento de todos os servidores públicos do Poder Executivo referente ao mês de Junho. Diante da rejeição, os populares vaiaram e usaram palavras de ordem, mostrando o descontentamento com a decisão. Dos cinco vereadores que votaram contra o requerimento, três deles são suplentes: Paulo Correia, o Paulão (PMN), Aldenir Siqueira (SDD) e Paulo Roberto, Bebeto Salvador (SDD), e ocupam a cadeira de outros vereadores que estão licenciados de seus mandatos, pois estão nomeados como secretários municipais.

Durante o seu discurso, o vereador Edson Isidoro, proponente do requerimento, questionou o que tem de errado na folha de pagamento para que os vereadores escondam informações que deveriam ser de domínio público. Isidoro justificou o seu pedido alegando que existem várias denúncias de irregularidades na contratação de pessoal, bem como o pagamento indevido de salários para pessoas que não estão trabalhando.

O pedetista falou sobre a dificuldade em encontrar os dados no Portal da Transparência, disponibilizado no site institucional do Poder Executivo. “Encontrar as informações que precisamos sobre o pagamento de servidores no portal é como procurar uma agulha em um palheiro”, disse Edson Isidoro.

Diante da negativa dos vereadores que votaram contrários ao pedido de informação, um grupo de pessoas decidiu tomar providências em apoio ao vereador e iniciou o recolhimento de assinaturas em um abaixo assinado para reforçar novos pedidos que serão realizados.

“Já recolhemos mais de 250 assinaturas, agora não vão poder dizer que é perseguição política de poucos, mas sim de uma parcela significativa da sociedade Sooretamense que se preocupa com o dinheiro em saber de que forma o dinheiro público está sendo investido”, disse o administrador de empresas Marcelo Mello que ajudou recolher as assinaturas.

O vereador Edson Isidoro se diz contente que a população esteja participando de forma mais ativa em tais discussões, indo até o Legislativo e observando quem realmente está lá pelo povo, ou apenas para bater o carimbo no que o prefeito precisa.

“Quando nos posicionamos de forma independente, somos tachados como oposição, e tudo o que fazemos para evitar ou corrigir os erros dos nossos gestores, logo eles saem dizendo que é perseguição política, e com o apoio das pessoas, de diversos seguimentos, fica mais fácil, ganhamos força para desenvolvermos o nosso trabalho e com isso afastar a ideia de que tudo o que denunciamos nasce da nossa própria vontade”, encerrou Edson Isidoro.

A próxima sessão ordinária acontecerá no dia 3 de Agosto (segunda-feira), e a expectativa é de um grande número de pessoas acompanhando a reunião, com início às 19 horas.