Vendedora Márcia Regina foi morta a tiros em Baixo Guandu

1293
Márcia Regina foi morta a tiros
Márcia Regina foi morta a tiros

A vendedora autônoma Márcia Regina Schimidt, 41 anos foi assassinada a tiros por volta das 17h40 de domingo, 20 em frente a um bar quando tomava cerveja com o irmão dela e amigos no Bairro Val Paraíso, no centro do município de Baixo Guandu no noroeste do Espírito Santo.

O delegado de Baixo Guandu Deverly Pereira acredita que o crime tenha sido praticado por motivo passional. Márcia levou vários tiros a curta distância, chegou a ser socorrida por um motorista, mas morreu durante o atendimento no Pronto-Socorro do Hospital Jones dos Santos Neves.

Segundo informações da Polícia Militar um Pálio Verde parou de repente na porta do bar, um homem moreno, de bermuda jeans, camisa vermelha e cordão de prata desceu com revólver na mão e disparou diversas vezes contra Márcia. Depois fugiu no banco do carona.

De acordo com o delegado Deverly, Márcia havia terminado o relacionamento com um homem e já estava morando com outra pessoa em Baixo Guandu. Segundo testemunhas, Márcia teve uma discussão horas antes com o suspeito.

Logo depois testemunhas identificam o atirador como sendo Wilson Neves, o ‘Vigola’. O acusado ainda está sendo caçado pela polícia no Norte do Estado. A polícia descobriu que ‘Vigola’ é morador do município de São Gabriel da Palha, para onde teria fugido.

Por volta das 22h de domingo, a PM fez um cerco na ES-080 a Rodovia do Café e abordaram o Pálio Verde nas imediações da Ponte do Pancas. “O suspeito fugiu para o meio do mato, mas a PM prendeu outro homem que foi levado para o Plantão da 15ª Delegacia Regional de Colatina”, destacou o delegado Deverly Pereira. No carro a polícia encontrou um revólver calibre 38.

O veículo também foi apreendido. O nome do motorista preso acusado de participar do crime não foi divulgado. Ontem, o cerco no matagal nas imediações da Ponte do Pancas continuava sendo feito.

Conforme a Polícia Civil esta é a segunda morte violenta nos últimos três dias. Na última quarta-feira, 16 Emerson da Silva Rocha, 22 anos foi morto com três tiros, um nas costas e dois na cabeça. O crime também foi cometido na frente de um bar, no Bairro São José.

Fonte: Laili Campostrini Tardin