TV Assembleia poderá alcançar 70% da população capixaba

1236

878Com intuito de garantir que mais capixabas tenham acesso à informação do Legislativo Estadual, foi assinada nesta quarta-feira (22) a contratação do serviço de transmissão que engloba o transporte, geração e distribuição do sinal da TV Ales para o interior do Estado. A transmissão para as regiões de Cachoeiro de Itapemirim, Guarapari, Linhares e São Mateus deve começar no dia 4 de maio.

Na ocasião, o secretário de Comunicação Social da Casa, Marcelo Bózio, explicou todo o processo de implantação do serviço de transmissão digital e afirmou que com as geradoras será possível a TV Ales alcançar 70 % da população capixaba.

A solenidade que aconteceu na presidência da Casa contou com a presença de parlamentares, secretário e coordenadores de Comunicação da Assembleia e representantes das empresas transmissoras, que destacaram a importância da difusão do trabalho legislativo para o interior do estado. Os parlamentares presentes na solenidade ressaltaram que o avanço da TV irá possibilitar o acesso à informação de forma direta, permitindo a população fiscalizar e acompanhar os atos do Poder Legislativo Estadual.

O presidente da mesa diretora Theodorico Ferraço (DEM) afirmou que a interiorização do sinal vai possibilitar uma maior divulgação dos trabalhos da Casa, e exemplificou que projetos importantes para o interior, como o repasse de verbas dos hospitais filantrópicos votado hoje (22) chegariam com maior rapidez.

O deputado Enivaldo dos Anjos (PSD) destacou que a transmissão das sessões para as outras regiões do estado vai trazer “maior transparência pública para as ações da Casa de Leis”. Luzia Toledo (PMDB) comemorou a assinatura do contrato com as transmissoras e lembrou todos os esforços que foram feitos pelos deputados da Casa para que o sinal da TV fosse interiorizado.

“A TV Ales é hoje o maior mecanismo que nós temos nessa casa para divulgar nossos trabalhos, principalmente nesse cenário político que estamos passando, é muito importante que possamos mostrar o trabalho que essa casa realiza”, afirmou Luzia.

Processo

A licitação foi dividida em quatro lotes, compreendendo os municípios que possuem geradoras de TV licenciadas pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e que por isso estão aptos a receber o sinal da TV Ales: Cachoeiro de Itapemirim, Guarapari, Linhares e São Mateus.

A prestação dos serviços de transmissão vai englobar as sessões ordinárias do Legislativo, realizadas segundas e terças-feiras, das 15 às 18 horas, e quartas-feiras, das 9 às 12 horas. Nas transmissões serão acrescidos mais 60 minutos para a veiculação de programas institucionais, de cidadania e utilidade pública, além da transmissão das Sessões Extraordinárias, quando ocorrerem.

História

Em dezembro de 2013, houve o lançamento oficial do sinal aberto e digital da TV Ales, canal 19.2. O canal deixou de ser apenas pago (canal 12 da NET) e ganhou seu próprio espaço na TV aberta. A transmissão é resultado de uma parceria com a rede criada pela Câmara dos Deputados para integrar as emissoras legislativas do país. Nessa parceria, a Câmara foi responsável pelos transmissores e equipamentos. Além do canal digital, a TV Ales continua no canal 12 da NET e ainda pode ser acompanhada, em tempo real, pela WebTV. O objetivo é expandir o sinal para todo o Estado.

Estiveram presentes na solenidade os deputados Theodorico Ferraço (DEM), Enivaldo dos Anjos (PSD), Guerino Zanon (PMDB), Luzia Toledo (PMDB), Janete de Sá (PMN), Eliana Dadalto (PSC), Raquel Lessa (SD), Padre Honório (PT), Hudson Leal (PRP) Da Vitória (PDT), Marcos Bruno (PRTB), Bruno Lamas (PSB); representantes das empresas transmissoras; o secretário de Comunicação Social da Ales Marcelo Bozio, a coordenadora de TV Verônica Salazar, a de Web, Luciana Pimentel, e o coordenador de Técnica Operacional Charles Scardua, e o diretor-geral da Assembleia Paulo Marcos.

Fonte: Priscilla Huapaya / Web Ales