Temporal no final de semana deixou rastro de destruição em Mantena

2037

No último final de semana, uma Chuva forte (temporal) pegou muita gente de surpresa no município de Mantena e região. O volume de chuva foi tão forte que a enxurrada acabou destruindo pontes e plantações.

Muita lama acabou descendo devido a escavações em determinados locais ao qual acabou atingindo até a barragem de captação de água do turvo que abastece a população de Mantena.

Prem a constatação só foi feita na segunda-feira, 08, após o barro e a lama tomarem conta do sistema de captação de água do turvo, realizado pelo SAAE de Mantena.

O diretor da autarquia e um servidor foram até o local para ver o que a chuva forte do último sábado havia provocado no local, ocasionando uma enxurrada de lama e barro, que novamente afetaram o tratamento de água em Mantena. A chuva forte que caiu sobre a cabeceira do turvinho na noite de sábado (06/05/2017), provocou além da enxurrada, muitos estragos em propriedades rurais da região.

Em uma breve visita ao local, foram flagrados alguns danos provocados pela forte chuva. Pelo menos três pontes foram arrancadas, uma delas estava sendo recolocada no local por uma retroescavadeira e por operários da prefeitura municipal.

Em outros trechos canais de contenção de enxurrada simplesmente foram arrombados pela força da chuva, provocando assoreamentos em pastagens e áreas de lazer.

Terrenos e encostas com sinais claros de erosão provocados pelo volume de água. “Uma nuvem muito densa estava sobre a região no sábado, a noite muitos trovões e em seguida uma forte chuva com a enxurrada invadindo a estrada e carregando pontes”, disse um morador da região.

De acordo com um pluviômetro instalado no centro em Mantena, na noite de sábado choveu sobre a cidade 20 milímetros (20 litros por metro quadrado), volume que foi muito maior na cabeceira (turvinho), porém não foi medido.

O SAAE segue com seus procedimentos de melhoria na qualidade da água, uma vez que muitas residências foram afetadas pela chegada de uma água turva.

De acordo com informações obtidas na ETA, a água chegou para o tratamento com uma turbidez de 20.000 UT, valor muito além do que normalmente é tratado, pois em dias normais o índice é de 28 a 30 Uts.

Para se ter ideia, três dias após a forte chuva, a unidade de turbidez (UT) continuava alta, na tarde desta terça-feira era de 5.000 Uts, valores ainda muito altos para um tratamento eficiente. A prefeitura de Mantena enviou maquinas e funcionários para desobstruir alguns pontos na localidade.