Temporal desta segunda feira (06) atingiu municípios do Noroeste do Estado

913

img-20161205-wa0011A chuva voltou para alegria dos produtores rurais depois de três anos de uma seca avassaladora, mas temporais na tarde desta segunda-feira, 5 provocou um rastro de destruição em cinco cidades do noroeste do Espírito Santo.

“O dia estava quente. De repente o tempo virou. O pé de vento fez um estrago na cidade”, frisou Fedeszen. A tempestade foi classificada como um ‘ciclone extra tropical’ por técnicos do Incaper. Na cidade de Nova Venécia, algumas ruas tiveram o fornecimento de energia interrompido devido a temporal.

Em Conceição da Barra, muitas árvores caíram às margens da BR 101. Segundo a Defesa Civil, uma torre de comunicação de 42 metros cedeu e o local está interditado. No distrito de Barreiras, há a informação de que uma casa desabou.

Em Ecoporanga, casas também foram destelhadas. Não há registro de vítimas em nenhum dos municípios atingidos pelo mini-ciclone.

O temporal da tarde desta segunda-feira também causou estragos em municípios da região Noroeste do Estado. Em Águia Branca, de acordo com a Defesa Civil da cidade, choveu 22 milímetros em apenas 10 minutos. Também choveu granizo.

A chuva começou por volta de 16h30 e chegou acompanhada de vento forte. A rajada de vento derrubou até uma moto que estava estacionada em uma rua. Mais de 100 árvores caíram e fecharam pelo menos 15 ruas. Todas já foram liberadas.

Mais de 100 casas também foram parcial ou totalmente destelhadas. Os bairros mais atingidos foram João Paulo II, Cristo Rei e Nossa Senhora Aparecida. A Defesa Civil disse que não recebeu informações de feridos nem de pessoas desalojadas.

De acordo com a empresa Luz e Força Santa Maria, que atende 11 municípios da região Noroeste do Espírito Santo, várias cidades registraram queda de luz por causa do temporal. O caso mais grave foi em Águia Branca, onde o vento derrubou sete postes. A energia já foi restabelecida nesses lugares.

São Gabriel da Palha

Em São Gabriel da Palha, também teve chuva acompanhada de vento muito forte. O bairro Cachoeira da Onça foi um dos mais atingidos. A força do vento era tanta que derrubou a torre de transmissão de sinal de TV. A estrutura virou um monte de ferro retorcido e ainda caiu em cima de um carro. As ferragens foram retiradas ainda na segunda-feira (5) com o auxílio de um trator.

Governador Lindenberg

Em Governador Lindenberg, o vendaval também fez estragos. Casas e empresas foram destelhadas, árvores foram arrancadas pela raiz ou caíram sobre telhados.

São Domingos do Norte

O município de São Domingos do Norte também registrou chuva acompanhada de vento.

Com informações de Gabriela Fardin (TV Gazeta Noroeste)

img-20161205-wa0009