Taxa de ocupação dos leitos de UTI para Covid-19 chega a 93% no Norte do ES

61

A região Norte do Espírito Santo está com mais de 93% dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para o tratamento de pacientes com Covid-19 ocupados. Das 78 vagas, apenas 5 ainda estão disponíveis. A atualização mais recente foi feita ainda na manhã desta terça-feira (7), no painel do Governo do Estado.

As vagas de internação no Norte do estado são distribuídas em quatro hospitais, entre públicos, filantrópicos e privados contratados pelo Estado.

Em dois deles – no Hospital Geral de Linhares (HGL) e no Hospital Rio Doce – não há vagas de UTI para pacientes com coronavírus nesta terça-feira.

No Hospital Roberto Silvares, em São Mateus, apenas três das 30 vagas de UTI não estão ocupadas.

As outras duas vagas para pacientes graves ainda disponíveis estão no Hospital Meridional, no mesmo município.

A situação preocupa, principalmente, porque Linhares tem o número mais altos de infectados fora da Região Metropolitana, ficando atrás apenas de Vila Velha, Serra, Vitória e Cariacica. Na cidade, já foram registrados mais de 2.640 doentes.

No Espírito Santo, o índice de ocupação de UTI para Covid-19 está em 84,85%. Das 693 vagas, 588 estão ocupadas.

Nesta terça-feira (7), o estado registrou o maior número diário de casos de coronavírus desde o início da pandemia. Em 24 horas, mais de dois mil infectados foram contabilizados pelo Painel Covid.

Abertura de novos leitos

Nesta manhã (7), o subsecretário estadual de Vigilância Epidemiológica, Luiz Carlos Reblin, disse que o Estado aguarda a chegada de equipamentos comprados no exterior para ampliar a capacidade dos hospitais.

Segundo ele, a medida deve beneficiar, principalmente, as unidades hospitalares do interior, para que o sistema de saúde da Grande Vitória não seja sobrecarregado também.

“O planejamento da Secretaria de Saúde para essa pandemia prevê a instalação de 800 leitos de UTI. Já temos quase 700 leitos instalados. Fizemos uma aquisição de equipamentos na Europa, especificamente da Itália, que vão chegar ainda. […] Então, a região de São Mateus, Linhares e Colatina vai receber equipamentos para reforçar o atendimento e evitar que a pessoa seja transferida para a Grande Vitória”, explicou.

Fonte: g1