Suspeitos da morte de Graziele em Barra de São Francisco foram presos em São Mateus

1717

Policiais da 14ª Delegacia regional de Barra de São Francisco, em conjunto a Superintendência de polícia Norte com e policias do município prendeu três pessoas da mesma família, suspeitos do assassinato de Graziele Rossi Gomes (foto), 32 anos, residente em Barra de São Francisco.

A mãe de 45 anos e o filho de 29 anos, foram presos na residência onde moravam. Já o detido de 22 anos, que é sobrinha da detida, foi encontrado na própria residência, todos no bairro Vila Nova em São Mateus.

Com o jovem de 22 anos, foi encontrado um revolver calibre 38, que foi apreendido pela policia e encaminhado para a delegacia regional, disse o delegado Leonardo Forattini. Os três respondem por homicídio qualificado e foram encaminhados para o Centro de Detenção Provisória de São Domingos do Norte.

Entenda o caso:

Uma mulher conhecida como sendo Graziele Rossi Gomes, que havia sido alvejada por vários tiros em Barra de São Francisco, na manhã do dia 18/04/2020, por volta das 7h30min, na Rua Tiradentes, no bairro Irmãos Fernandes, morreu na tarde desta quinta-feira,18/06/2020. Nesta sexta feira (19) ela foi encaminhada para o IML para exames de praxe e em seguida liberada para sepultamento.

De acordo com informações, ela ficou internada no hospital de Barra de São Francisco alguns dias em recuperação, foi liberada para voltar para casa, mas dias depois o quadro clinico dela piorou e ela teve que voltar para o hospital. Porém nesta quinta feira ela não resistiu e morreu.

Na época moradores das proximidades ouviram aproximadamente três trios, porem um acertou na mulher, que foi socorrida para o hospital Dr. Alceu Melgaço Filho.

No dia da tentativa do crime, um atirador é um motoqueiro, que ainda não foi identificado. Após disparar três tiros, evadiu-se do local tomando rumo ignorado. Policiais vasculham a cidade para tentar localizar o motoqueiro atirador, mas não obtiveram êxito. A delegacia de polícia investiga as causas da tentativa de homicídio contra Graziele.