Servidores do INSS de Mantena aderiram greve nacional

691

 

80Servidores do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) em Minas Gerais entraram no oitavo dia de greve nesta terça-feira (14 de Julho), entre as agências paralisadas está a de Mantena, onde na manhã desta terça-feira cartazes foram afixados em frente a agência do INSS no centro da cidade, com os servidores vestidos de preto e segurando cartazes fazendo referência à paralisação.

Segundo informações, levantamentos feitos na manhã desta segunda-feira (13), 80% do servidores no estado de Minas Gerais estão parados e 90% das agências em Belo Horizonte já não funcionaram. Os outros 10% que estariam trabalhando seriam compostos por chefes, superintendentes e médicos peritos.

O motivo da paralisação se resume numa pauta referente ao reajuste da remuneração de acordo com a inflação; incorporação das gratificações; plano de cargos e carreiras; 30 horas de trabalho para todos os servidores; concurso público para repor quadro funcional; fim do assédio moral; contra as terceirizações; isonomia salarial e paridade entre ativos e aposentados.

A paralisação é por tempo indeterminado. No entanto nesta quarta-feira (15), uma assembléia estadual com integrantes de todas as subsedes será realizada em Belo Horizonte. Um ato de rua deve ser feito no mesmo dia. Reagendamento para atendimento de beneficiados está sendo feito pelo telefone 135.

Em Mantena avisos foram afixados na parede externa do INSS informando que a agência na cidade vizinha de Barra de São Francisco ainda está funcionando, o que seria uma opção de atendimento aos usuários. O balanço de adesão feito pelo Sindicato dos Trabalhadores em Seguridade Social, Saúde, Previdência, Trabalho e Assistência Social (Sintsprev/MG) afirma que o número de servidores público federais em greve por tempo indeterminado aumentou em Minas Gerais.