Secretaria de Defesa Social e Trânsito promove modificações no centro da cidade

1649

O capitão da PM, Valmer Simões, secretário municipal de Defesa Social e Trânsito, começou hoje,  10, a promover reformas no trânsito de Barra de São Francisco. A partir de amanhã, 11, o trecho da avenida Jones dos Santos Neves entre o prédio do João Natalino e a esquina da Rua Gumercindo Farias, na subida do Morro da Telest passa a ter estacionamento horizontal em vez de diagonal.

A mudança, segundo o secretário, busca otimizar o estacionamento naquele trecho, o mais movimentado do centro. “Vamos promover algumas mudanças no trânsito do centro para otimizar o fluxo de veículos e evitar que veículos de maior porte estacionem no trecho. Com a mudança, a avenida ficará menos congestionada”, salienta Valmer.

O secretário disse ainda que a municipalização do trânsito está dependendo só da autorização do DER/ES e que as mudanças vão acontecer gradualmente.

Recém enviado para a reserva, depois de cumprir 32 anos de serviços, adepto da ideia da Polícia Cidadã e do uso da inteligência da parceria com a sociedade em lugar da força para enfrentar e combater os problemas de segurança, que se agravam a cada dia também no interior do Estado, Valmer terá a missão de organizar a Guarda Municipal e promover a segurança pública em parceria com o Estado.

No programa de governo que apresentou à população, Enivaldo destacou o “choque de segurança”, baseado em três pontos: elaborar o Plano Municipal de Segurança em discussão com a sociedade organizada e especialistas no assunto e definir estratégias de enfrentamento da violência urbana, da violência no trânsito, da violência de gênero, da violência infanto-juvenil e do tráfico de drogas; elaborar programas de prevenção ao uso de entorpecentes, tais como atividades educativas e esportivas para os jovens, capacitação de jovens e adultos visando à geração de renda para as famílias, atenção integral à infância e ao idoso; e implantar a Guarda Municipal, criada na gestão anterior e que nunca saiu do papel, para atuar preventivamente, em parceria com as polícias Civil e Militar.

Fonte: (Weber Andrade com Ascom/PMBSF)