Santos: Conselho vai propor diretoria provisória e quadro de sócios

249

Enivaldo dos Anjos, presidente do Conselho, quer aproveitar a mobilização dos torcedores para unir as forças e quadro de sócios para eleger diretoria executiva

Quando foi prefeito pela primeira vez, Enivaldo formou esse timaço do Santos, com vários craques, entre eles Adílio e Paulo Henrique, ex-Flamengo

Com a intensa mobilização dos desportistas da cidade e o surgimento de pelo menos três candidatos à Presidência Executiva do clube, o Conselho Deliberativo do Santos vai se reunir sob a presidência de Enivaldo dos Anjos nesta sexta-feira (19) para deliberar sobre a proposta de eleger, na próxima segunda-feira (22), uma diretoria executiva provisória e estruturar o quadro de associados pelos próximos 90 dias.

De acordo com Enivaldo, que foi o último presidente do Conselho Deliberativo, enquanto houve eleições e que é o presidente de honra do clube, a ideia é não dividir, mas somar forças. “Se tivéssemos somente um candidato, faríamos uma aclamação, mas estou muito feliz com a resposta à nossa convocação e já temos três candidatos. Não vamos dividir, vamos somar. Vamos escolher uma diretoria provisória e trabalhar 90 dias para estruturar o corpo de associados”, disse Enivaldo.

O estatuto do clube diz que somente sócios podem eleger a diretoria e, atualmente, com a longa inatividade, o corpo de associados está todo irregular. “Vamos regularizar os associados. Vamos criar, inicialmente, o sócio contribuinte com mensalidades de 50 reais. O estatuto diz que eles precisam estar regulares nos últimos três meses, então, todo mundo que pagar março, abril e maio vai poder votar para a diretoria definitiva”, observou Enivaldo.

A ideia inicial é que os três candidatos que se apresentaram – Neto Pimenta, Marlon Toledo e Paulo Pogito – fiquem como vice-presidentes de uma diretoria provisória comandada pelo presidente do Conselho Deliberativo. E arregimentem associados durante os três meses para que possa se fazer uma eleição definitiva no final de maio.

O anúncio de que o clube está voltando ao futebol está mexendo com o Norte e o Noroeste do Estado. Enquanto os organizadores da Copa Norte anunciam a abertura da competição para o estádio Joaquim Alves de Souza e comemoram a chegada do time, de Nova Venécia chega a informação do desportista José Renato Ferrari da intenção de reativar o Veneciano para também disputar a Copa Norte e reacender uma antiga rivalidade.