Rodoviária de Barra de São Francisco será construída no centro da cidade

976

Se depender dos vereadores e dos comerciantes de Barra de São Francisco, a rodoviária municipal será construída mesmo no centro da cidade, no terreno em frente à atual rodoviária. Mas a decisão será aberta a toda a população francisquense, em eleição com data marcada: 24 de junho, na Câmara Municipal.  

Esse pode ser considerado o resumo da audiência pública realizada na tarde desta sexta-feira, 21, no Legislativo francisquense. O evento foi conduzido pelo prefeito Enivaldo dos Anjos (PSD), que fez um relato sobre a história da compra do terreno da Viação Pretti, no centro, e deixou claro – embora não tenha emitido opinião nesse sentido – que o terreno hoje, é muito valioso para abrigar apenas a rodoviária. 

Enivaldo apresentou ainda, duas outras sugestões de locais para construção do terminal, sendo um deles na Vila Luciene, no terreno que foi aterrado na gestão passada, de Alencar Marim, que tinha planos para transforma-lo em área de festas do município. 

O outro local apresentado pelo prefeito foi o terreno da garagem de ônibus da Prefeitura, na Vila Landinha, local que, segundo Enivaldo é de fácil acesso e fica à margem da avenida Castelo Branco, um prolongamento da ES-080/381.  

Opiniões

Aberto o microfone, o primeiro a se manifestar foi o comerciante e ourives Jonoel Garcia (foto acima), que foi taxativo em dizer que espera que a rodoviária seja construída no centro da cidade, pois estaria dando sustentação ao comércio e facilitando a vida de centenas de pessoas que se deslocam até o centro para pagar contas e fazer compras.  

O gerente do atual terminal rodoviário, José Angelo Trevisani, também defendeu com veemência a manutenção da rodoviária no centro, lembrando que a maioria dos usuários do transporte coletivo são pessoas de baixa renda e moradores do interior do município. 

O representante da Viação Moretti, por sua vez, destacou que, a retirada do terminal do centro da cidade traria enorme dificuldade para as pessoas do interior do município. Segundo ele, muitas pessoas costumam andar até 2 quilômetros para chegar a um ponto onde podem pegar o ônibus com preço R$ 0,50 mais barato. 

O representante da CDL de Barra de São Francisco, empresário do ramo de serviços, Filipe Faustino, por sua vez, disse que a entidade fez uma enquete com seus associados nos últimos dias e constatou que 71% preferem que a rodoviária continue no centro da cidade. 

Além deles, dois representantes dos taxistas também apelaram ao prefeito para que mantenha a rodoviária no centro. 

Apenas duas pessoas, entre as que opinaram, se mostraram favoráveis ao deslocamento do terminal para outra região da cidade.

Vereadores  

Dos oito vereadores presentes à audiência pública, apenas um não se manifestou sobre o assunto. Todos os demais se mostraram favoráveis à construção do terminal no terreno do centro da cidade. O vereador Fernando Carabina e outros defenderam que o terminal seja construído, mas, em cima dele, seja implantado um centro administrativo ou uma galeria de lojas comerciais e salas de serviço. 

Antes de finalizar a audiência o prefeito Enivaldo dos Anjos assegurou que até o início de agosto já deverá estar com o projeto da rodoviária aprovado. Ele salientou que, onde a sociedade decidir, ele vai respeitar.

“Definido o local da rodoviária, o próximo passo será discutir o projeto e viabilizar as fontes de recursos. Uma obra como essa demora, no mínimo, dois anos para ficar pronta e pretendo entrega-la dentro do meu mandato”, concluiu. 

Por: Weber Andrade