Reunião com a sociedade de Barra de São Francisco sobre a seca ficou na estaca zero

603

72Na noite desta quarta-feira 07 de outubro 2015, vários segmentos da sociedade organizada de Barra de São Francisco-ES, se reuniram nas dependências da câmara municipal para debater sobre a seca que assola a o município e a região, a falta de chuva, falta de água e os rios secando.

O que muitos queriam saber era sobre a falta de água e quais as ações estariam sendo feitas de imediato por parte das autoridades e principalmente da Cesan local. Durante a reunião, foram apresentadas várias fotografias de como anda o quadro da atual situação dos rios que cortam a cidade e também os córregos pelo interior do município.

O prefeito da cidade não compareceu a reunião, o vice-prefeito Mateus Ferreira esteve presente. O ex-prefeito Waldeles Cavalcante, padre Edvalter e o juiz Edmilson Rosindo Filho foram a reunião para também debater o assunto que é gravíssimo no município e região.

Até o momento não se tem notícias de que a prefeitura de Barra de São Francisco tenha algum projeto no quesito reflorestamento para recuperar nascentes existentes em todo município. Vale aqui lembrar, que o ex-prefeito Enivaldo dos Anjos designou um funcionário a época, isso nos anos 90, para cadastrar todas as nascentes em propriedades e prover plantios para mantê-las viva.

O funcionário designado a época pelo então prefeito Enivaldo dos Anjos era Dioguismar, que, inclusive, participou da reunião nesta quarta-feira. Infelizmente os anos se passaram e os demais prefeitos de la pra cá não deram mais importância ao problema que hoje afeta diretamente a população em geral.

O representante da CESAN local, Osmar disse que não é conhecedor da lei de concessão que permita que ela seja a responsável pelo abastecimento de água a população e a cobrança é feira mês a mês aos usuários.

Pessoas presentes queriam saber os motivos que o município ainda não tinha decretado Estado de Emergência, mas o vice-prefeito Mateus também não soube explicar, mostrando desta forma a total falta de sintonia na atual administração.

O juiz Edimilson Rosindo Filho, conhecedor dos problemas de Barra de São Francisco e região disse que estava ali presente como cidadão e não como Juiz, mas fez questão de dar a sua contribuição e sua opinião a respeito dos problemas enfrentados por toda a população.

O padre Edivalter da paroquia local, pessoa muito querida por todos fez questionamentos aos presentes, mas nenhum deles foram respondidos por falta de informações dos presentes. Houve ainda a participação de vereadores que fizeram perguntas ao representante da CESAN, mas ele também não soube responder. Ficou decidido que uma nova reunião será marcada para que os assuntos pendentes possam ser debatidos e respondidos.

A triste notícia durante a reunião é a de que não teve um plano traçado emergencial, mas a reunião foi encerrada com o pastor André de Freitas que fez a leitura da Palavra de Deus. As pessoas presentes a reunião com a sociedade de Barra de São Francisco sobre a seca lamentaram que o encontro ficou na estaca zero. Cerca de 100 pessoas compareceram a reunião.

Fotos: Mazinho do Hospital

73 74