Rede de Comércios Protegidos ganha mais força e começa a ser instalada em Mantena

721

33A implantação da Rede de Comércios Protegidos em Mantena deu mais um passo importante na noite de segunda-feira dia 13 de abril de 2015, com mais um encontro produtivo na cidade. Empresários, autoridades do legislativo, executivo e judiciário bem como representantes da Polícia Militar, envolvidos diretamente na realização deste projeto em Mantena, participaram deste momento histórico. Esta é a segundo reunião envolvendo o assunto que vem ganhando proporções significativas nos últimos dias na cidade.

O encontro aconteceu nas dependências da Escola Municipal Antônio Carlos, e não da quadra como foi anunciado, mesmo assim o número de participantes foi satisfatório para uma segunda-feira onde os compromissos empresariais são maiores. Mais de 60 pessoas estiveram presentes neste segundo passo para a implantação deste projeto que visa oferecer mais segurança pública para o comércio instalado no coração financeiro da cidade, o Centro de Mantena.

Como foi informado pelo comando da PM, neste primeiro momento o centro da cidade foi escolhido para implantação do projeto uma vez que 50% dos crimes cometidos em Mantena se dão (segundo levantamentos), na área central, desta forma a necessidade de realizar rapidamente as ações que foram mais uma vez explanada aos presentes através de slides projetados.

Como foi explanada mais uma vez pela Capitã Carla, a primeira etapa foi a mobilização, a segunda se deu nesta noite com o treinamento e efetivamente iniciando o credenciamento das empresas que participarão do projeto. Para tanto, nesta oportunidade foi indicada uma comissão que fará uma visita aos estabelecimentos e empresários, para o preenchimento dos cadastros dos interessados em participar.

A comissão tem como membros, empresários Nilton (farmácia), Luiz Garcia, Klynger (empresário), Mauro (Stop Lar), Naína (Secretária Industria e comércio) e Sargento Wender.

A terceira etapa será o cumprimento dos procedimentos de autoproteção, após consultoria da PM, e a última etapa a adoção de um estabelecimento vizinho para vigilância solidária. A noite foi também de várias explanações feitas pelo sargento Wender revelando resultados positivos em relação à Operações Presenciais na área central da cidade e as intervenções feitas com a ajuda da comunidade criada nas redes sociais, prevenindo crimes.

A capitã Carla mostrou em gráficos o que já foi alcançado neste primeiro trimestre, segundo os levantamentos a criminalidade na área central já caiu mais de 55% apenas com medidas tomadas no sentido de aumentar o policiamento e o monitoramento com blitz e operações.

De Março a Abril de 2014 foram 18 crimes cometidos contra o patrimônio, neste mesmo período deste ano, os registros caíram para 8 crimes, isto é, uma redução de 55,56% e segundo a PM, com a colaboração de todos e com o funcionamento da Rede de Comércios Protegidos, os números serão ainda mais positivos.

Foram também estas as palavras do promotor de justiça Evandro Ventura, reforçando a participação de todos no sucesso deste projeto e parabenizando o excelente trabalho realizado pela Polícia Militar de Mantena.

O prefeito Dr. Wanderson Coelho se fez presente e também falou, primeiro justificando sua ausência na primeira reunião, mas colocando a prefeitura à inteira disposição em ajudar na realização deste projeto importante para a segurança pública em Mantena. De acordo com ele, os prédios públicos serão também monitorados e as demandas com relação à segurança pública terão a participação do executivo municipal.

Questionado com relação à troca das lâmpadas queimadas na área da iluminação pública, agora uma responsabilidade do município, o prefeito esclareceu a situação e revelou que já foi contratada uma empresa, a Engelmig (através do consórcio de municípios), que já iniciou as demandas acumuladas deste o ano passado e que este problema será sanado por completo dentro dos próximos dias.

Para resumir a reunião foi realmente proveitosa, agradou a todos e mostra que o projeto além de importante só será bem sucedido se houver a participação de todos.

12 34