PTC de Barra de São Francisco terá candidatos disputando eleição proporcional

606
 Drª Silda, presidenta do partido
Drª Silda, presidente do partido

O Partido Trabalhista Cristão (PTC), de Barra de São Francisco, vai contar com candidatos disputando a eleição deste ano, na proporcional, ou seja, candidaturas para as 13 vagas na Câmara Municipal. A informação é da presidente da agremiação partidária, advogada Silda Machado, mais conhecida como Drª Silda, que também deverá colocar seu nome à disposição da sigla.

Ela esteve visitando a Câmara Municipal nesta manhã de sexta-feira dia 03, oportunidade em que foi rever amigos e também buscar novos filiados para a legenda que preside.

Drª Silda informou que o PTC local conta atualmente com cerca de 87 filiados. Em sua maioria, são pessoas que acreditam ser possível uma sociedade mais justa e fraterna, onde a seriedade com a coisa pública seja priorizada em todas as discussões.

Silda Machado defende que as mulheres devam participar mais da política e que a obrigatoriedade dos partidos em destinarem 30% das vagas para a composição de chapa, na disputa para o cargo de vereador, tem contribuído para que a cada dia, o número de pessoas interessadas em discutir rumos para o município, tenha tido um aumento considerável.

Segundo ela, o PTC deve estar se reunindo ainda no final deste mês para traçar metas a serem discutidas em convenção. Antecipou que a legenda que preside vem sendo assediada por diversos partidos políticos que querem uma composição, visando as eleições de outubro. Defendeu que o momento é de analise das propostas e que todos os filiados, deverão opinar sobre as questões relacionadas.

Silda Machado esteve visitando o gabinete do vice-presidente da Câmara, vereador José Valdeci (PT), sendo recepcionada por ele. No mesmo encontro, esteve também com o vereador Lula Cozer (PSD).

Justificou que a visita se deu pelo fato de ter muitos amigos na Câmara Municipal e que outras deverão em breve acontecer. Por força de suas atribuições profissionais, disse acompanhar sempre que pode, as transmissões das sessões legislativa, pelo rádio.