Projeto de deputado Enivaldo dos Anjos acaba com jetons para agentes políticos no Estado

363
Deputado Enivaldo dos Anjos
Deputado Enivaldo dos Anjos

Promover economia de recursos e, ao mesmo tempo, acabar com a prática comum de complementar salários de ocupantes de funções públicas com a nomeação para conselhos e colegiados são os principais objetivos do Projeto de Lei protocolado pelo deputado Enivaldo dos Anjos (PSD), nesta quarta-feira (04/11/2015), proibindo o pagamento de jetom ou congêneres a agentes políticos do Estado do Espírito Santo.

A lei aplica-se à administração direta, indireta e a fundações e o Poder Executivo terá prazo de 30 dias, a partir da vigência da legislação, para substituir os agentes políticos integrantes de conselhos ou colegiados, que percebam renumeração a título de jetom, ainda que ocasionalmente, “sob pena de responsabilidade da autoridade nomeante”.

De acordo com o deputado Enivaldo dos Anjos, o pagamento de qualquer acréscimo remuneratório a membros de Poder Público já é vedado pelo artigo 38, parágrafo 3º, da Constituição Estadual.

“Apesar dessa previsão constitucional, é corriqueiro que o Estado do Espírito Santo remunere diversos agentes políticos com penduricalhos, a partir da nomeação de integrantes do primeiro escalão em conselhos e colegiados que pagam jetons, como um verdadeiro complemento salarial. Contudo, esse complemento colide com as Constituições Federal e Estadual, o que torna urgente a aprovação dessa lei para regulamentar o assunto”, disse Enivaldo dos Anjos.