Projeto Balde Cheio é uma realidade no Governo de Dr. Wanderson Coelho em Mantena

368

22O Prefeito de Mantena, Dr. Wanderson Coelho, confirmando  seus ideais de campanha em valorizar o homem do campo criou e deu condições para atuação do Projeto Balde Cheio em Mantena,  que vem ampliando a produção leiteira e criando alternativa de renda para pequenos e médios produtores rurais. Veja o exemplo do Sítio Vista Alegre de propriedade dos irmãos Agildo Barreto e José Barreto.

Em setembro de 2014, acontece a primeira visita técnica do Engenheiro Agrônomo Tacísio Nunes Tudéia no Sítio Vista Alegre propriedade dos irmãos Agildo Barreto e José Barreto, cuja área total corresponde á 49,9 hectares, distribuídos em uma topografia montanhosa localizada no município de MANTENA-MG. O objetivo dessa primeira visita foi dar inicio ás discussões e a elaboração de um conjunto de medidas para que se alcançasse aumento da produtividade e lucratividade no setor da pecuária leiteira da propriedade.

O primeiro passo da introdução da metodologia (BALDE CHEIO) na propriedade foi inteirar-se dos proprietários quais seriam suas expectativas com relação ao aumento da produção leiteira, e a partir desse ideal almejado, planejar a cronologia das atividades a serem executadas, para que os objetivos possíveis fossem alcançados.

Sendo assim foram reunidas algumas informações como: produção de leite, tamanho da área, quantidade de vacas em lactação e secas, quantidade de animais totais, entre outras, de essencial importância para o desenvolvimento do cronograma.

Apoiado nessas informações iniciou-se as atividades de campo, onde á topografia do terreno e a grande incidência de rochas dificultaram os trabalhos, tornando esse inicio laborioso, porém, com muito ardor de dias duros, com sensação térmica próxima a 40º C, o terreno foi preparado de forma correta, os decorreres das atividades seguintes foram executados rapidamente, sendo essas: montagem da irrigação, calagem, plantio, divisão dos piquetes, instalação elétrica e adubação.

Hoje na propriedade 2,7 hectares são destinados para pastejo intensivo rotacionado, sendo 1,7 há de pastagens irrigadas por aspersão e 1 há de piquetes a sequeiro, sendo as forrageiras capim Mombaça (Panicum maximum) e Braquiária do Brejo (Tanner-grass), respectivamente.

Apesar do déficit hídrico na região leste de Minas Gerais ser um problema sério, do qual o setor agropecuário vem sofrendo, ao completar um ano de projeto, podemos fazer uma análise comparativa da propriedade em termos produtivos, que se encontra produzindo em 2015 260 litros de leite/dia, sendo que no mesmo período do ano anterior a produção média era de 140 litros de leite/dia, o que representa um aumento de 85% da produção, além de auxiliar na conservação do solo, por haver uma menor lotação nos pastos extensivos.

O que nos conforta e nos dá persistência na continuidade da assistência técnica no campo, são propriedades como esta, abertas ao conhecimento e a troca de informações, o Sitio Vista Alegre é o exemplo de que com disposição e aceitação de novas tecnologias a vida rural vale á pena, nosso objetivo é a recuperação da autoestima e da dignidade do produtor, permitindo a fixação da família no meio rural.

Por fim ficamos com o relato dos proprietários: O projeto balde cheio,para mim é a implantação de tecnologia no campo. Uma conquista muito importante para o município, resultado do esforço e do trabalho do secretário Wanderley junto à administração atual, que conhece as qualidades e as dificuldades do produtor rural.

O produtor que gosta do que faz e bem assessorado por técnicos qualificados, com certeza atingirão excelentes resultados. No nosso caso, por exemplo, temos assistência do doutor Tacisio que possui qualificação e empenho enorme para que possamos atingir melhores resultados. Com esse acompanhamento podemos almejar novos horizontes baseado no que já conquistamos como o aumento na produção de leite de aproximadamente 85% e melhores condições de pastagens para o gado. Investir em um bom projeto e ter garantia de bons resultados.

Por : Tacísio Nunes Tudéia (Engenheiro Agrônomo)