Professora é presa em Guriri por aplicar golpes em colegas de trabalho

1852
Marinete Santana
Marinete Santana

Uma professora foi presa no balneário de Guriri, em São Mateus, Região Norte do Estado, na tarde de terça-feira (14). Segundo a Polícia Civil, Marinete Santana, de 33 anos, é suspeita de aplicar golpes em outros professores.

“Ela obtia dados dos professores pela internet e conseguia a documentação para aplicar golpes no comércio da cidade. Com os documentos das vítimas, ela fazia empréstimos e contratava cartões de crédito, além de outros golpes”, explicou o delegado Marcelo Cruz, que conduz o caso.

Apenas em São Mateus, a professora teria dado prejuízo a pelo menos cinco colegas de trabalho dela. Segundo o delegado, o golpe pode ter chegado a aproximadamente R$ 90 mil na cidade.

As vítimas já fizeram boletim de ocorrência e terão de entrar com uma ação cível contra a professora. “Mas a ação criminal já foi proposta”, afirmou Marcelo.

Professores de fora de São Mateus também podem ter sido vítimas da suspeita. “Ela afirmou que aplicou golpes em professores de Pedro Canário. Desde 2012, ela vinha aplicando esses golpes. Nós estamos investigando e, consequentemente, aparecerão mais vítimas”.

Marinete Santana era concursada nas redes municipal e estadual e dava aulas de Matemática em São Mateus. A professora também era pós-graduada. Ela foi detida e encaminhada para a Penitenciária Regional de São Mateus.

Com informações de Serli Santos, TV Gazeta Norte