Presidente do PP mostra raça e “detona” prefeito de Barra de São Francisco

1016
Delcy Nunes desbanca vereadores, detona prefeito e defende o povo de seu municio
Delcy Nunes desbanca vereadores, detona prefeito e defende o povo de seu municio

No último sábado, 04/07/2015, no programa Ronda Policial da Rádio 106,9 FM dos Anjos de Barra de São Francisco, o presidente do PP local mostrou raça e “detonou” o prefeito e ainda destacou que a crise que o município está vivendo não é a crise do governo federal e sim causada pela incompetência e abandono do município pelo prefeito municipal onde ele tem uma câmara que vota tudo o que ele pede até mesmo os projetos que castiga os pequenos, como no caso o produtor rural que tem que pagar 30 reais de horas maquinas, isto a terceiros onde o dinheiro não entra nos cofres públicos.

Isto é de indignar, pois o município de Barra de São Francisco tem maquinas a vontade, recebeu recurso do governo federal e estadual para atender o produtor rural para o fortalecimento da agricultura familiar. Esta taxa não tem necessidade, alguns produtores disponibilizaram de suas reservas e ainda ficaram devendo sendo radicalmente cobrados.

Com isto o comercio de Barra de São Francisco vem sofrendo, pois as vendas diminuíram sensivelmente, parou de circular os recursos que vem da agricultura devido ao abando. O produtor perdeu a oportunidade de produção, vivendo o total abandono sem carreador, estrada, poços e o devido apoio com insumos e transportes por parte da administração municipal.

Deixo um alerta, tem obras que já eram para ter sido realizadas desde de 2013 com o dinheiro em caixa, mas só agora estão sendo anunciadas, dinheiro por parte de emendas parlamentares do governo federal destinado ao município desde do governo Walderes Calvcante, todas com prazo para término em dezembro de 2015.

O início agora certamente tem rumo eleitoreiro onde estamos apanhamos a quase três anos e gora azeite de dendê por seis meses, isto é inadmissível. O Partido Progressista PP de Barra de São Francisco – ES após analisar o projeto de Lei complementar de nº 002/2015 de autoria do vereador José Valdeci de Souza (PT) que dispõe sobre normas de execução de serviços em propriedades rurais do município, onde extingue a cobrança da taxa de R$30.00 (Trinta Reais) por horas máquinas cobrada pela Prefeitura Municipal aos produtores rurais e ter conhecimento das inúmeras irregularidades na cobrança e por ter entendimento que o projeto de lei que decreta extinta a taxa de R$ 30.00 (Trinta Reais) horas máquinas hoje cobrada pela administração pública municipal ao produtor rural irá beneficiar na coletividade a população do interior, fortalecendo a agricultura familiar.

Outros fatores que leva o partido a apoiar este projeto, são por levar em conta a informação de que o município recebeu várias máquinas dos Governos Federal e estadual por meio de emendas parlamentares em atenção ao pedido de vários vereadores.

O município que vive praticamente da agricultura em composto por 90% de pequenos produtores rurais que passam no presente momento por grandes dificuldades financeiras não podendo nem cumprir com os compromissos referentes a financiamentos para investimentos nas suas produções agrícolas que teve queda entre 30 e 60 %, devido os vários problemas climáticos enfrentados na região que levou até o prefeito a decretar estado calamidade pública municipal.

Mas o pior fator foi o abandono aos produtores rurais nestes últimos anos relatados pelos mesmos, onde levou ao caos total em suas lavouras pelas dificuldades com a falta de carregadores, estradas, caixas secas, poços, transportes, insumos, mudas e sementes.

Relatam que ficaram sem devidos atendimentos no momento em que mais precisaram e na aquisição de horas maquinas por meio do município ainda teriam que pagar R$30.00 horas máquinas e em muitos casos os serviços ficavam pela metade, tendo que dispor de suas reservas financeiras para pagar horas maquinas ao município.

Pagamento este que o produtor não tem direito ao recibo e para ter tem que ser a força. Diante das irregularidades denunciadas pelos vereadores o Partido progressista encaminhou na pessoa do seu presidente ao Ministério Público a denúncia os desmandos e a cobrança indevida, uma vez que o município tem os recursos do governo estadual e federal para pagamentos destes serviços e ainda conta com uma frota de maquinas recebida por meio de indicação de deputados.

O Partido Progressista estará enviando ao Vereador do Partido naquela Casa de leis Vereador Admilson Brum ou caso retorne o Vereador Emerson Lima, a recomendação que vote com o partido para aprovação do projeto de lei citado acima que é de tamanha importância para o produtor rural assim apoiando o homem do campo e fortalecendo a agricultura familiar.

Agricultura e total apoio ao homem do campo é uma das nossas principais bandeiras de luta. O presidente do Partido Progressista fez um alerta para as pessoas que vivem da agricultura familiar e que tem que vender seus produtos na rua, como também os camelôs, feirantes e vendedores ambulantes, sobre o projeto de lei nº033/2015 do líder do Prefeito Municipal na Câmara Municipal de Vereadores que visa criar leis e mecanismos para exploração do comercio ambulante no município onde algumas normas serão impostas, impossibilitando que o cidadão que vive deste tipo de atividade realizar seu trabalho.

Visa proibir tipos de produtos preparados na hora, onde o churrasquinho, pastel, frango assado pode estar com seus dias contados. Em tempo que o nosso povo sofre com o desemprego e a falta de gerador de empregos em renda no município visando que a agricultura familiar como também as barracas de quitutes serão prejudicadas, o partido Progressista é contra.

O presidente solicitou que os vereadores investiguem a compra da merenda escolar e fez uma pergunta será que o prefeito está comprando só canjiquinha porque as crianças estão comendo só canjiquinha e lembrou-se da denúncia do fantástico onde um vereador denunciou que a prefeitura pagava R$11.00 reais de um quilo de asa com contra coxa.

Pediu o Ministério Público ao juiz que investigue o caso e dê uma atenção para as denúncias que estão ai engavetado, faça uma força tarefa com a polícia federal e realize um levantamento de como está a administração no município.

O presidente agradeceu a presença das lideranças que estiveram na reunião de sábado onde foi proveitoso e bem discutido o futuro de Barra de São Francisco. O grupo saiu fortalecido para discutir as eleições de 2016 nos próximos dias onde reunirá vários partidos contando com o apoio e investimentos dos seus representantes deputados estaduais e deputados federais para o município.

Por: Delcy Nunes