Prefeitura e moradores de assentamentos querem revisão de limites entre Ecoporanga e Nova Venécia

449

A Prefeitura de Ecoporanga, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura, enviou o ofício nº 039/2020, para a Secretaria Estadual de Agricultura (Seag), solicitando a revisão na demarcação do limite entre do municípios com Nova Venécia, para inclusão, na totalidade, dos Assentamentos Bom Jesus, Vale Ouro e 22 de Julho a Ecoporanga, como era antes da Lei Estadual nº 10.600/2016.

Segundo a Assessoria de comunicação (
Ascom/PME) da Prefeitura de Ecoporanga, “a solicitação do prefeito se dá pelo fato de que os atendimentos nas referidas regiões são realizados pela Prefeitura de Ecoporanga, como nas áreas de saúde, educação, infraestrutura e agricultura, além de ser uma questão importante para expansão de atividades econômicas e sociais do município.”

Ascom/PME destaca que, na última atualização da divisão dos municípios do Estado, os Assentamentos Vale Ouro e 22 de Julho ficaram inseridos, em sua totalidade, no município de Nova Venécia, e o Assentamento Bom Jesus, ficou inserido em sua maior parte, também no município de Nova Venécia.

“Levando em conta que toda população destes assentamentos é assistida pelo município de Ecoporanga em diversas áreas, além de a Sede do município de Nova Venécia ser muito distante, os assentados fizeram um abaixo assinado, que foi enviado em anexo ao Ofício, solicitando a inserção dos assentamentos ao município de Ecoporanga.


Vale ressaltar ainda que o município de Nova Venécia não demonstrou nenhum interesse no acolhimento destas comunidades, não realizando nenhum tipo de serviço nem disponibilizando estrutura para atendimento das famílias.


O secretário de Agricultura de Ecoporanga, 
Geilson Rodrigues (Donguinha), explica que município de Ecoporanga está interessado em auxiliar as comunidades, porém, com os assentamentos fora de sua jurisdição, fica impossibilitado de realizar investimentos e melhorias nos serviços prestados aos assentados.

(Weber Andrade com Ascom/PME)