Prefeito “fantasma” de Barra de São Francisco vai queimar R$ 40 mil com foguetes

843

9Em um momento crucial na vida dos brasileiros, devido a crise que assola o país, com desemprego, aumento em água, luz, gasolina, telefone, cesta básica e por ai vai, o prefeito de Barra de São Francisco, mesmo “atolado” em várias denúncias de possíveis prática de corrupção, com denúncia pipocando por todos os lados, continua fazendo o que bem quer e pelo visto abusando da população, que assiste a tudo sem se manifestar.

Saiu publicado no Diário Oficial desta semana, que o prefeito vai contratar R$ 40 mil reais em compra de fogos de artifício, para eventos e inaugurações durante o ano de 2016, justamente em um ano eleitoral. Uma pergunta não quer se calar: Cadê as obras?

É bom lembrar que durante esses três anos que se passaram a frente da prefeitura, o prefeito está sendo considerado um prefeito “fantasma”, pois praticamente não compareceu em lugar nenhum, do município, deixando a população a mercê da sorte, sem contar que em algum lugar que ele apareceu em público foi vaiado. Ele só aparece aos sábados em uma emissora de rádio local e muita das vezes para encher os ouvidos dos ouvintes com mentiras.

Falta de dar puxão de orelha não é, pois a poucos dias depois de o governador Paulo Hartung ter convidado todos os prefeitos do Estado para uma reunião onde pediu austeridade e disse que as contas do Espírito Santo só vão fechar porque ele vem fazendo o dever de casa, ou seja, poupando para dar conta de pagar o funcionalismo em dia e manter o funcionamento da máquina.

Os investimentos, de acordo com Hartung, não vão parar, mas estão prejudicados. Não parece, para o prefeito de Barra de São Francisco, que no ano passado gastou quase R$ 1 milhão para fazer a festa da cidade e ainda comeu lagosta diante do povo, para mostrar que é um menino rico.

O prefeito vem se envolvendo a cada dia em denúncias de malversação do dinheiro público e de perseguição contra pessoas que já foram amigas, mas não concordam com seu jeito de administrar, se é que podemos chamar o exercício do mandato dele como administração ou governo de fato.

Internauta desabafa: Pegou mal pra caramba. Tantas necessidades e vem logo isso. Não é possível brincar dessa maneira com o povo que não é bobo e saberá dar uma resposta. Eu não posso acreditar nisso e a princípio até parece ser uma mentira ou armação.

8