Prefeito de Água Doce do Norte dá uma de desenformado em relação a dívidas com INSS

532
Paulo Márcio
Paulo Márcio

O prefeito Paulo Márcio ao que se percebe começa a querer jogar a “toalha”, pois de acordo com matéria publicada em um blog de Água Doce do Norte, ele alega que o município está com problemas junto ao INSS e sem certidão para receber recursos do governo estadual e federal. Estranhamente o prefeito ao que parece está dando um de desenformado em relação a dívidas com o INSS.

Ao entrar na prefeitura Paulo Márcio achou que seria o salvador da pátria, mas dois meses depois que assumiu os destinos do município ele viu que a cor da “chita” é outra completamente diferente. O prefeito anda pedindo ajuda a “gregos e troianos”, e não é capaz de se aliar a um parlamentar estadual, federal e senador para pedir socorro.

“O maior problema é a dívida com o INSS que ainda está “agarrada” e tem impedido que a prefeitura receba recursos federais e estaduais”, reclama ele.

Paulo Márcio disse que só está aguardando as decisões do INSS e outras respostas para iniciar outras tentativas para viabilizar novo parcelamento da dívida com o instituto, o que será muito difícil viabilizar esta situação de imediato.

“Quem casa com viúva” tem que assumir os filhos, mas o prefeito Paulo Márcio chegou ao ridículo ao dizer, “não fui eu quem contraiu a dívida e, então, quem tem que pagar não sou eu e nem o município, mas sim os gestores passados que não cumpriram os compromissos assumidos”, disse o prefeito totalmente desinformado. Lembrado que a responsabilidade é de quem assume os destinos do município, neste caso ele que assumiu em primeiro de janeiro de 2015.

O prefeito acabou percebendo que será difícil conseguir as certidões sem negociar o pagamento de dívidas com o INSS, inclusive, deixada por Adilson da Saúde, entre outros.

Paulo Márcio quer que os órgãos competentes entendam a situação e abram uma porta, ofereçam uma solução porque o município tem passado dificuldade e não quer ser penalizado por esta situação.

O chefe do executivo está aguardando uma agenda com o governador Paulo Hartung, mas pelo visto está encontrando dificuldades também, pois se comenta que Paulo Márcio não tem definido a quem pede ajuda e com isso acaba se complicando, pois uma hora é um, outra hora é outra e assim sucessivamente.

Foto: Cassis Neto