Prefeito de Água Doce do Norte comemora 40 dias de administração. 100 funcionários estão no olho da rua

553
Paulo Márcio comemora 40 dias a frente da prefeitura mas demitiu mais 100
Paulo Márcio comemora 40 dias a frente da prefeitura, mas demitiu mais 100

Cerca de 100 funcionários que prestavam serviços a prefeitura de Água Doce do Norte, foram colocados no olho da rua em um momento delicado e de crise, mas o prefeito Paulo Márcio está comemorando esta situação onde os demitidos têm seus familiares, que certamente estão e irão passar por muitas dificuldades.

O prefeito está comemorando 40 dias à frente da prefeitura daquele município, e declara a imprensa que já surgem resultados positivos para a economia do município, principalmente para o saneamento da situação financeira da prefeitura.

De acordo com o prefeito, várias ações de curto prazo permitiram que hoje a prefeitura tenha saído da situação caótica registrada no início do ano. Apesar da enorme dívida deixada pela gestão anterior, neste caso está incluído o ex-prefeito Adilson da Saúde, que além de ter sido cassado pela justiça eleitoral ainda faz parte da atual administração na secretaria municipal da saúde.

Diz ainda Paulo Márcio que, com o INSS, a folha de pagamento, que se aproximava dos 80% do orçamento e o maquinário sem condições de funcionar, “nós estamos conseguindo mudar a situação e promover melhorias”, ressalta o prefeito.

O prefeito Paulo Márcio destaca que demitiu mais de 100 funcionários, mas além disso ele fez uma grave denúncia ao qual o Ministério Público deveria tomar as providencias cabíveis caso se confirme a denúncia por parte do prefeito, que segundo ele, existia médicos que não cumpriam a carga horária e ganhavam uma fortuna. “Demitimos um médico que não atendia bem à população e não cumpria horários, estamos buscando mais médicos do Programa Mais Médicos, do governo federal e melhoramos sensivelmente o atendimento na saúde em todo o município”, sustenta o prefeito

Paulo Márcio parece se sentir feliz quando diz que, com o enxugamento da folha, que caiu de 70% para 49% do orçamento, onde se fez mais de 100 demissões o prefeito já conseguiu promover um aumento salarial real para os servidores municipais, que ganharam um reajuste de 8,8% já na folha de janeiro.

A diária dos motoristas, que estava em torno de R$ 20,00 foi reajustada em 150%, passando para R$ 50,00. Enquanto que a diária dos motoristas foi para 50 reais, não se pode menosprezar os mais de 100 funcionários que estão no olho da rua.