Pré-candidatura de Maurício Toledo a prefeito de Barra de São Francisco recebe apoio maciço

3433

DSC04093A quantidade e qualidade dos empresários, comerciantes e produtores rurais presentes na reunião desta quinta-feira, 10/09/2015, na propriedade do cafeicultor Ricardo Zon não deixa dúvidas: A população de Barra de São Francisco não suporta mais a gestão de Luciano Pereirinha à frente da prefeitura, está ansiosa por mudanças e o nome do empresário Maurício Toledo, ex-prefeito da vizinha Mantena (MG), é muito bem aceito para disputar a eleição no município no ano que vem.

Maurício Toledo, que transferiu seu domicílio eleitoral para Barra de São Francisco no início desta semana, não deixou por menos, prometeu ser um “soldado” dentro do grupo político que está abraçando sua possível candidatura a prefeito, mas revelou que sonha em administrar a cidade e dar sua contribuição para recuperar os “anos perdidos”.

Mas, o principal convidado do encontro era o deputado estadual Enivaldo dos Anjos (PSD), com o qual a imensa maioria sonha para governar o município.

Enivaldo, que tem se destacado na imprensa estadual pelo seu trabalho na Assembleia Legislativa (Ales) e está sendo convocado pelos dirigentes nacionais do seu partido para disputar a Prefeitura de Vitória, não só esteve presente, como deu todo o seu apoio à pré-candidatura de Toledo para 2016.

“Não fosse o arrojo dos empresários francisquenses, que geram uma arrecadação anual de cerca de R$ 12 milhões ao município, seriam necessários cerca de quatro anos para recuperar o atraso no desenvolvimento da cidade, provocado pela péssima gestão do atual prefeito”, sentenciou.

Para Enivaldo, o dinamismo e arrojo empresarial de Toledo são qualidades muito importantes a se observar em um possível prefeito para recuperar o município, mas é preciso que a sociedade se envolva e aceite o nome dele. “Nós temos várias lideranças em condições de administrar este município e o Maurício, que já provou ser um grande administrador, tanto na pública quanto na particular, tem as características para essa empreitada”, avalizou ele, salientando que para administrar bem não precisa de falsidade. “Prefeito não tem que ficar rindo para todo mundo, a toda hora, mas deve ter pulso forte para administrar, para tomar decisões que, às vezes, podem desagradar até os aliados, mas que são necessárias para que o dinheiro público seja bem gerido”.

Para Enivaldo, o fato de Toledo estar disposto a doar parte do seu tempo para ajudar o município já é um fator altamente positivo, que o credencia a ser o próximo candidato do grupo. “Mas essa decisão tem que ser tomada por todo o grupo”, acrescentou.

Maurício Toledo

Já o empresário Maurício Toledo salientou que transferiu seu domicílio eleitoral para Barra de São Francisco porque, apesar de ser nascido no município vizinho, já enfrenta, em Mantena, muitas críticas por ter a maior parte dos seus empreendimentos em Barra de São Francisco, onde gera hoje centenas de empregos.

Toledo também disse que a população francisquenses precisa entender que a política é muito importante e o modo dele fazer política, sem nenhuma pretensão pessoal, a não ser a de contribuir para que o município volte a se desenvolver.

“Vou brigar pela cidade e brigo com qualquer um, se eu for o prefeito, para que nosso município volte a crescer”, assegurou. Toledo, no entanto, deixou claro que chegou para ser um “soldado” dentro do grupo político que deseja sua candidatura e que, poderá, inclusive, apoiar outro nome lá na frente, se o grupo assim o desejar.

Além de Enivaldo dos Anjos e Maurício Toledo, as principais figuras convidadas para a reunião, o ex-prefeito Waldeles Cavalcante e outros pré-candidatos a prefeito, como Marcelo Neumann, do PSD, estiveram presentes. Fedentina

No final, ficou claro que a população está ansiosa por mudanças na administração do município de Barra de São Francisco, pois todos os que fizeram uso da palavra, além de enaltecerem o trabalho de Maurício Toledo e do deputado Enivaldo dos Anjos, ressaltaram que o município vive um dos seus piores momentos, no que tange à administração pública, tornando-se conhecida em todo o Estado e até fora, como a cidade mais fedorenta do Espírito Santo.

Tudo isso devido à falta de limpeza pública que vem tomando conta da cidade nos últimos três anos e que culminou em uma epidemia de pernilongos jamais vista. A infestação se tornou tão preocupante, bem como a presença do lixo por todas as vias públicas, que hoje há dificuldade até mesmo para encontrar inseticida na cidade.

Mas este seria “o menor” dos problemas da administração de Luciano Pereirinha, que está envolvido em constantes denúncias de desvio e mau uso dos recursos públicos arrecadados pela prefeitura.

Por Weber Andrade