Policiais tiveram muito trabalho neste inicio de 2020 em Pinheiros, Boa Esperança e Mucurici

202

Após acionados pelo Serviço de Inteligência, militares se deslocaram ao bairro Jundiá em Pinheiros, no dia 04/01/2020. Por volta das 19h30min, onde segundo informações de um militar, quando estava transitando pelo bairro em tela um indivíduo, posteriormente identificado por ele como sendo M.S.E.S., 20 anos, em posse de uma motocicleta o reconheceu e ao tentar empreender fuga, veio a cair ao solo, momento em que conseguiu visualizar também, caindo ao solo, uma arma de fogo, ocasião que o deu voz de prisão, porém, o suspeito ignorou a ordem, se levantou e dispensou a arma de fogo por cima de um telhado de uma casa em frente ao local.

Ressalta-se que presenciou o fato outro Militar Estadual, o qual ajudou na imobilização do suspeito. Assim, realizadas buscas, logrou-se êxito em localizar a arma de fogo, sendo ela um revólver calibre 38, municiada com 06 munições do mesmo calibre.

Realizada revista pessoal no acusado, em um de seus bolsos foram encontradas 07 munições do mesmo calibre. M.S.E.S. possui diversas passagens, incluindo o crime de roubo e homicídio.

Ele foi conduzido para o DPJ de São Mateus. A motocicleta utilizada pelo suspeito (uma HONDA/CG 125 TITAN) foi apreendida, estando à disposição da Autoridade Policial Competente na Sede da 2ª CIA do 2º BPM.

Tentativa de homicídio

Compareceu na Sede da 2ª CIA, no dia 03/01/2020, por volta das 17h20min, uma senhora, que reside no bairro Vila Nova em Pinheiros, bastante ofegante e com intenso sangramento na cabeça pedindo socorro.

A referida senhora passou a relatar que quando estava a caminho de sua residência que fica na zona rural, que no trajeto parou em um bar para pedir água, quando foi surpreendida por um jovem de cabelo amarelo portando um revolver e começou a cobra-la uma suposta dívida de droga, que ela disse não estar devendo nada, insatisfeito o menor W.V.A.J. começou a dar coronhadas em sua cabeça, que os clientes do bar conseguiram conter o menor para que a vítima fugisse e pedisse ajuda; mas ele insistiu e continuou a correr atrás dela  dizendo que iria matá-la, até que não pode mais acompanha-la.

Diante dos fatos, a guarnição conduziu a referida senhora ao hospital para atendimento médico e posteriormente realizaram buscas onde encontram o menor ainda no local das agressões.

Após realizarem abordagem, encontraram em sua cintura um revólver calibre 32 carregado, e R$ 50,00 em espécie em notas pequenas típico do tráfico.

Foi informado ainda, que o adolescente em questão possui várias passagens por diversos crimes dentre eles um tráfico de entorpecentes. O menor apreendido foi conduzido à autoridade para procedimentos de praxe.

Veículo recuperado

Ainda no dia 03/01/2020, por volta das 15h30min, as equipes de Força Tática e Patrulhamento Tático Motorizado efetuaram diligências pelos bairros de Boa Esperança/ES, quando em um dado momento passando nas proximidades do Fórum Municipal, na rodovia ES 315, se depararam com dois indivíduos em uma motocicleta preta, vindo no sentido contrário em atitude suspeita, deste modo, realizaram o cerco policial e os submeteram a uma abordagem.

Durante a averiguação, foi constatado, através do sistema SISP, que a placa da referida motocicleta não condizia com o veículo.

Ao consultar o chassi junto ao CIODES (191), constataram também que o veículo possuía restrições de furto/roubo, sendo a placa original MSM-8811. Diante dos fatos, os suspeitos foram conduzidos até à Delegacia de plantão no município de São Mateus/ES.

Porte ilegal de arma de fogo

Após acionados pelo Serviço de Inteligência, militares se deslocaram ao bairro Jundiá, em Pinheiros, no dia 04/01/2020, por volta das 19h30min, onde segundo informações de um militar, quando estava transitando pelo bairro em tela um indivíduo, posteriormente identificado por ele como sendo M.S.E.S., 20 anos, em posse de uma motocicleta o reconheceu e ao tentar empreender fuga, veio a cair ao solo, momento em que conseguiu visualizar também, caindo ao solo, uma arma de fogo, ocasião que o deu voz de prisão, porém, o suspeito ignorou a ordem, se levantou e dispensou a arma de fogo por cima de um telhado de uma casa em frente ao local.

Ressalta-se que presenciou o fato outro Militar Estadual, o qual ajudou na imobilização do suspeito. Assim, realizadas buscas, logrou-se êxito em localizar a arma de fogo, sendo ela um revólver calibre 38, municiada com 06 munições do mesmo calibre. Realizada revista pessoal no acusado, em um de seus bolsos foram encontradas 07 munições do mesmo calibre. M.S.E.S. possui diversas passagens, incluindo o crime de roubo e homicídio.

Ele foi conduzido para o DPJ de São Mateus. A motocicleta utilizada pelo suspeito (uma HONDA/CG 125 TITAN) foi apreendida, estando à disposição da Autoridade Policial Competente na Sede da 2ª CIA do 2º BPM.

Ameaça

Após solicitação da vítima, militares se deslocaram ao Distrito de Sobradinho, zona rural de Boa Esperança, no dia 04/01/2020, por volta de 11h20min, segundo ela, W.S.N., 26 anos, primo de 2º grau do seu companheiro 3º SGT PM, compareceu no seu endereço e de posse de uma faca começou a desferir socos contra a porta de vidro da casa e a chamar pelo Sargento, pronunciando várias ameaças.

A vítima relatou ainda que em outras ocasiões o suspeito já teria feito ameaças ao militar em questão e aos familiares, inclusive arremessando pedras e frutas contra a residência, inclusive, que o mesmo transita pelas ruas do Distrito dizendo que quer matar o citado militar.

Feitas buscas, o acusado foi localizado e, feita a busca pessoal foi encontrado em poder de W.S.N., uma faca com uma lâmina de aproximadamente 9 cm, cabo cor preta. Assim, o acusado foi conduzido à presença da Autoridade Policial para as devidas providências. Destaque-se que o 3º SGT PM se encontrava no Município de Colatina realizando consulta médica.

Posse e uso de entorpecente

Durante patrulhamento tático motorizado, no dia 04/01/2020, por volta das 23h50min, militares da Força Tática avistaram o nacional L.A.C., 19 anos, já conhecido no meio policial pelo seu envolvimento com o tráfico de drogas, ocasião que ele ao notar a presença da guarnição empreendeu fuga, vindo a pular o muro de uma casa abandonada e outros muros, não sendo possível localizá-lo.

Após varredura na referida casa abandonada foi encontrada no buraco de uma lajota, 06 pedras de crack, embaladas e prontas para serem comercializadas, material este que foi apreendido e encaminhado à Autoridade Policial para as medidas cabíveis.

Posse e uso de entorpecente

Durante patrulhamento tático motorizado, no bairro Vista do Balneário em Mucuricí, no dia 04/01/2020, por voltas 16h25min, militares da Força Tática avistaram um individuo em atitude suspeita, posteriormente identificado como J.V.P., 21 anos.

Realizada abordagem e feita à busca pessoal, foi encontrado em sua carteira de cigarros 03 pinos de cocaína, sendo dois deles já usados e um cheio, e uma quantia de R$ 7,00.

Assim, diante do exposto, foi dada voz de prisão ao abordado e conduzido a Delegacia de Polícia Civil de São Mateus para as providências cabíveis. Destaque-se que a guarnição recebeu informações de que o conduzido estava fazendo comércio de entorpecentes na festa de ano novo realizada naquele município.

Averiguação de suspeito

No dia 04/01/2020, por volta das 16 horas, na zona rural de Mucurici, foi detido o nacional I.P.C.S., 27 anos, evadido do sistema prisional de Minas Gerais. A prisão se deu após informação de que havia um individuo em atitude suspeita no Assentamento Córrego da Laje e este estaria dizendo aos populares locais que estava foragido.

Assim, diante dos fatos, militares prosseguiram ao local e abordaram o suspeito, o qual então relatou que cumpria pena no Presídio de Carlos Chagas, estava na saída temporária, mas que não retornou.

Em contato com militares daquela cidade, as informações obtidas davam conta de que o suspeito realmente estava cumprindo pena no estabelecimento prisional daquela cidade e que durante a saída temporária ele teria praticado o furto de uma motocicleta e estava foragido.

Foi realizada consulta ao Portal do CNJ constatou-se o mandado de prisão, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. Diante dos fatos, foi dada a voz de prisão ao cidadão, que foi encaminhado à presença da Autoridade Policial para providências.