Policiais civis de Pinheiros prendem suspeitos de homicídio

115

Policiais civis da Delegacia de Polícia (DP) de Pinheiros, com apoio das equipes das Delegacias de Boa Esperança e São Gabriel da Palha, prenderam o advogado A.F.S., de 25 anos, e S.O., de 43 anos. Eles são suspeitos do homicídio de Alex Soares da Silva, de 21 anos. Assassinado no dia 8 de novembro de 2018, na estrada que liga os municípios de Pinheiros e Montanha. Os suspeitos foram presos, nesta quinta-feira (24), no bairro Vila Nova e no Córrego da Armação, ambos em Vila Valério. Durante a operação, foram apreendidas joias, munições, três armas de fogo e documentos da moto da vítima. Policiais militares de Pinheiros e São Gabriel também participaram da ação policial.

Segundo o responsável pela DP, delegado Douglas Sperandio, Alex foi morto quando ia para casa do pai. “Ele estava viajando de carro com os suspeitos e tinha como destino a fazenda que pertencia ao pai dele. Juntos estavam o advogado do Alex e um amigo. Todavia, ele nunca chegou ao seu destino. O corpo da vítima foi encontrado no dia seguinte às margens da estrada que liga Pinheiros a Montanha. No local também foram encontradas diversas cápsulas de pistola calibre 9mm. Nossas investigações indicam o envolvimento dos outros passageiros no assassinato. Por isso foi solicitado o mandado de prisão preventiva deles”, explicou Sperandio.

O delegado contou que durante a prisão do advogado A.F.S. foram encontrados documentos da vítima. “Ele foi preso na casa da avó, mas nós realizamos buscas na casa e no escritório dele. Durante a ação, encontramos documentos da moto que era do Alex. Já o outro suspeito foi preso na propriedade da família, no Córrego da Armação. Lá os policiais encontraram joias, munições, um revólver calibre 32, um revólver calibre 38 e uma pistola calibre 9mm, sendo essa última do mesmo calibre da arma utilizada no homicídio”, acrescentou Sperandio.

A.F.S. e S.O. foram encaminhados às unidades prisionais.