Polícia prende Topeira em Mantenópolis por tráfico de drogas

563
Topeira caiu na malha fina da polícia
Topeira caiu na malha fina da polícia

Policiais de Mantenópolis prenderam na tarde desta quinta-feira (16), Júlio Sergio Dias da Silva, vulgo Topeira, 23 anos. Le foi preso em flagrante no bairro Ipiranga sob acusação de tráfico de drogas. A prisão faz parte de uma operação que teve início por volta das 16 horas e foi comandada pelo delegado Pedro Alcântara, com o apoio da Polícia militar e o Grupo de Apoio Operacional (GAO).

Conforme informações da PM, já havia várias denúncias de que Topeira usava sua casa no bairro Ipiranga para comercializar drogas que, inclusive, utilizando menores para venda da droga. O delegado de Mantenópolis, solicitou apoio da polícia militar para auxiliar a Policia Civil em cumprimento de mandado de busca e apreensão espedido pela justiça contra Júlio Sergio, o Topeira.

Como havia denúncia que Topeira escondia drogas em uma residência, a policia Militar composta pelo sargento Anderson e pelo cabo Ivan, permaneceram em campana, nas imediações de onde era possível visualizar o local da denúncia.

000Logo que iniciaram a campana, Topeira foi visto saindo de sua residência, indo em direção um lote em frente e enterrando algo em um pequeno monte de areia. Em seguida, a equipe do sargento Anderson, retornou ao pelotão e incorporou com as equipes que aguardavam informações e após definir a estratégia, deslocou para a execução dos mandados.

Segundo a PM, ao chegar no local, Topeira  que estava em casa foi informado os motivos do comparecimento da polícia em sua residência. Após ler o mandado, o cabo Ivan e o soldado Da Mata, foram para o lote em frente para procurar o que Topeira havia enterrado, ficando na casa o cabo Basto e Lusmar da Policia Civil, onde procederam às buscas domiciliar, e encontraram um canivete que possui características de um simulacro e duas munições calibre 44.

O cabo Ivan e o soldado Da Mata, que tinha ido ao lote em frente à casa, compareceu, apresentando um pequeno pote de plástico, que foi localizado enterrado exatamente onde o cabo Ivan e o sargento Anderson havia visualizado Topeira enterrando algo. No total, a polícia militar e Civil, apreendeu 102 pedras de crack, duas munições calibre 44, um canivete e 09 buchas de maconha, em seguida foi dada voz de prisão ao Júlio Sergio, o topeira.

Ao ser indagado, Topeira disse que as munições apreendidas realmente lhe pertenciam e que havia ganhado de um irmão, que residia em Vitória. A operação foi encerrada por volta das 16h4min0. A PM fez questão de enfatizar que as prisões só foram possíveis devido às denúncias feitas pela população.