Polícia prende jovem com arma e colete a prova de balas em Barra de São Francisco

643

Um revólver calibre 32, munições e até um colete á prova de balas foram apreendidos durante uma operação das polícias Civil e Militar na madrugada da última sexta-feira (12), após ouvirem tiros entre gangues rivais dos bairro Nova Barra e Morro da Colina, em Barra de São Francisco; De acordo com o capitão Renzo Caser, comandante da 3ª Cia/11ºBPM, foi durante a entrega de um preso capturado na Delegacia Regional, que ouviram alguns disparos e gritos  no bairro Nova Barra, os bairros ficam a próximo a delegacia; os policiais capitão Caser, tenente Meirellis e o delgado Juliano Batista seguiram a pé até o local e iniciaram uma incursão pelas ruas do bairro e diversos indivíduos suspeitos foram abordados.

De acordo com o capitão Caser, os levantamentos apontam que traficantes do bairro Nova Barra trocam tiros constantemente com traficantes do Morro da Colina, um indivíduo identificado por Erasmo Carlos Alves Pereira, de 19 anos estava escondido em baixo de uma marquise e tentou fugir quando os policiais chegaram, Erasmo foi submetido a uma busca pessoal e com ele os policiais encontraram o revólver calibre .32 com 6 munições e um colete a prova de balas, segundo o capitão, o indivíduo estava aparentemente drogado e tentou resistir no momento em que foi algemado.

Na semana passada a polícia registrou uma tentativa de homicídio por arma de fogo, um adolescente de 15 anos foi atingido por um tiro e foi socorrido por policiais civis, o tiro acertou o nariz e pescoço do adolescente; de acordo com a polícia, houve também o registro de um um jovem baleado no Morro da Colina.

O delegado Juliano Batista, participou da operação e disse que alguns marginais dos bairro Nova Barra e Morro da Colina estão em conflito devido uma rixa que gerou desentendimento entre eles, o delegado disse ainda que não se trata de disputa por pontos, mas que eles possuem envolvimento com o tráfico de drogas; e que após os tiros, a polícia conseguiu localizar e prender o autor dos disparos, além da arma, munições e o colete que estava sendo usado pelos criminosos.

O que diz a polícia?

O delegado Juliano Batista, disse ainda que já foram abertos inquéritos e a Polícia Civil de Barra de São Francisco investiga os casos, ainda de acordo com o delegado, cerca de 8 indivíduos já foram presos após esses confrontos, e que as investigações continuam. Os moradores podem contribuir com as investigações, denunciando através do 181.

A Polícia Militar informou que faz o patrulhamento dia e noite com viaturas nesses bairros e que vai intensificar as abordagens, e frisou a participação dos moradores em denunciar de forma anônima pelo 181 ou 190.

(As informações são do Portal Momento)