Polícia prende dois suspeitos de furtar 22 cabeças de gado em Montanha, no Norte do Estado

171
Foto ilustrativa

Dois suspeitos de furtarem 22 cabeças de gado em Montanha, no Norte do Estado, foram presos pela Polícia Civil do município. Os detidos, de 41 e 27 anos, foram presos nos municípios de Ponto Belo e Montanha. A ação ocorreu na última sexta-feira (29) e contou com o apoio da Polícia Militar (PMES).

De acordo com o titular da Delegacia de Polícia de Montanha, delegado Leonardo Ávila, os suspeitos já possuem diversas passagens pela polícia. “O detido de 27 anos também estava com um mandado de prisão em aberto por furtar equipamentos de uma escola municipal de Ponto Belo há oito meses”, informou.

Ainda segundo o delegado, nesse inquérito mais recente, os suspeitos serão indiciados por dois furtos. “No dia do crime, eles também furtaram um caminhão de boiadeiro para o transporte do gado. Agora eles responderão por dois furtos qualificados e associação criminosa”, disse Leonardo Ávila.

Os suspeitos foram encaminhados para o Presídio Regional de São Mateus (PRSM), onde permanecem à disposição da Justiça.

Sobre o crime

O crime ocorreu na madrugada do dia 11 de fevereiro deste ano, na localidade de Oratório, em Ponto Belo. No dia 16 de maio, os policiais civis recuperaram o gado no município de Carlos Chagas, em Minas Gerais.

“Inicialmente, foi furtado um caminhão boiadeiro para fazer o transporte dos animais. Em seguida, as 22 cabeças de gado foram furtadas da fazenda de um idoso de 66 anos. As investigações foram iniciadas e, no dia seguinte ao furto, localizamos o caminhão nas proximidades do município mineiro de Carlos Chagas”, relatou o responsável pela DP, delegado Leonardo Ávila.

A equipe policial identificou o comprador, que não sabia do crime, e havia revendido o gado para o vizinho. “Nós fomos até o local indicado por ele, recuperamos as 22 cabeças de gado e devolvemos à vítima”, afirmou o delegado.

Fonte: tribunaonline