Polícia descobre desvio de carga em Ecoporanga e prende motorista de caminhão

158

Um homem de 52 anos foi detido em flagrante por suspeita de desvio de carga de frango de uma grande empresa de avicultura, que abastece a região norte do Estado. A prisão aconteceu, nessa terça-feira (27), por meio do serviço de inteligência da Delegacia de Polícia (DP) de Ecoporanga, no momento em que realizavam uma entrega a uma receptadora de 30 anos, no bairro Joassuba, também no município.

Segundo o titular da Delegacia de Polícia de Ecoporanga, delegado Leonardo Amorim, durante as investigações, foram identificados lugares no município que estariam vendendo o produto dessa empresa de avicultura e não eram clientes. “Inclusive, esses locais estavam vendendo os cortes de frango com um preço abaixo do mercado”, disse.

Leonardo Amorim destacou que o motorista contava com tinha um ajudante para realizar o esquema de desvio. “Foi identificado que durante o transporte para efetuar a entrega para os clientes reais da empresa, o motorista e o ajudante do caminhão paravam, tiravam uma pequena quantidade de frango de cada caixa e, assim, montavam novas caixas. Posteriormente, eles revendiam o produto para receptadores, sem nota fiscal e com preço baixo”, explicou.

Segundo o delegado, foi montado uma campana, desde a noite de segunda-feira (26) e madrugada dessa terça-feira (27), para monitorar todo o percurso que os investigados realizaram, e no período da tarde, no momento em que faziam uma entrega do produto desviado, foi dada voz de prisão aos envolvidos.

“Na delegacia, ficou comprovado que o ajudante que estava com o motorista naquele dia estava em seu primeiro dia de trabalho, e não tinha indícios que ele sabia do esquema. O ajudante que participava do esquema não estava trabalhando no dia. O motorista do caminhão confessou o crime e informou que ele e um outro ajudante já realizavam esse esquema de desvio há cerca de quatro meses”, disse Leonardo Amorim.

O homem de 52 anos foi autuado em flagrante por receptação e foi encaminhado para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de São Domingos do Norte. A mulher de 30 anos assinou um termo circunstanciado (TC) por receptação culposa e foi liberada após assumir o compromisso de comparecer em Juízo quando solicitada.

Segundo o delegado, a suspeita de que a carga também era desviada em outros municípios da região norte. As investigações continuam com os objetivos de identificar e prender o outro suspeito envolvido no esquema.

Texto: Olga Samara