Polícia desbarata rinha de galo e 16 pessoas foram presas em Colatina

535

Fotos (2) A polícia estourou uma rinha de galos no último domingo, 29/05/2016, em um sítio na localidade de Roda D’água, zona rural de Colatina, noroeste do Espírito Santo. Dezesseis pessoas foram presas. Após uma denúncia anônima policiais da 3ª Cia de São Domingos do Norte e da Polícia Ambiental cercaram o galpão no momento que acontecia um sangrento campeonato de briga de galo, contou o sargento Ademir da Silva.

“Mais de 40 espectadores estavam aglomeradas no local. A maioria correu para o mato. Apostas eram feitas durante os combates. Os detidos foram encaminhados a 15º Delegacia de Polícia de Colatina, além dos 36 galos apreendidos na operação”, frisou o sargento Ademir. De acordo com a polícia, os galos serão sacrificados.

Alguns animais estavam muito machucados. Outros debilitados. Os donos aplicam anabolizantes para fortalecer as aves, por isso não podem ser consumidas ou doadas para instituições”, informou o sargento Ademir. De acordo com a Polícia Civil, o dono do sítio Vanderson Bolsoni Bortolotti e outros 15 freqüentadores vão responder por praticar abuso, maus-tratos e mutilar animais domésticos conforme o artigo 32 da Lei 9605/98.

As 16 pessoas detidas foram liberadas depois de pagar a fiança e vão responder o processo em liberdade. Algumas apostas chegavam à faixa dos R$ 1 mil conforme apurou a polícia durante os interrogatórios e no local funcionava um espécie de associação de criadores especializados em brigas de galos.

O galpão contava com um ringue acolchoado onde os galos duelavam até a exaustão. O sítio onde a polícia desbaratou a rinha de galos clandestina fica na divisa ente Colatina e Pancas. Fotos 1 e 2 ringue da briga de galos e animais que serão sacrificados no Centro de Zoonoses de Colatina (CCZ).

Fonte: Nilo Tardin