Polícia Civil prende homem acusado de incendiar a casa da ex-companheira em Mantena – MG

190

Nesta sexta-feira (16/04), a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) cumpriu mandado de prisão preventiva contra um homem, de 30 anos, acusado de atear fogo na residência da ex-companheira, de 26 anos. O crime aconteceu em Mantena – MG, na região do Rio Doce, na sexta-feira passada (09/04), por volta das 22h00min. No momento do incêndio, não havia ninguém em casa.

De acordo com as apurações, a vítima, que morava no local com seus quatro filhos menores de idade, teria saído de casa com eles algumas horas antes do incêndio, por temer algum ato de violência por parte do acusado. O fogo deixou a casa parcialmente destruída, não alcançando maiores proporções porque as chamas foram controladas com os esforços da Polícia Militar, funcionários da empresa de abastecimento de água da cidade, Bombeiros Militares da cidade vizinha de Barra de São Francisco (ES), e por moradores da região.

Segundo o delegado Iure Mota, que conduz as investigações, a mulher relatou em seu depoimento que decidiu terminar o relacionamento que mantinha com o suspeito, em razão do tratamento abusivo por parte dele, sobretudo motivado por ciúmes. “Ele chegou a proferir ameaças contra a vítima e foi até a casa dela, colocando fogo no imóvel. Depois do crime, fugiu”, disse o delegado. “Durante as investigações, foram levantadas provas de que o ex-companheiro da vítima seria o autor do incêndio. Em razão disso, representamos ao Poder Judiciário pela decretação da prisão preventiva do investigado, sendo a medida cumprida, em Mantena – MG, objetivando garantir a ordem pública e preservar a integridade física da vítima e seus filhos”, finalizou.

Mantena Online