Placas padrão Mercosul começam a valer no ES no dia 3 de dezembro

191

Motoristas e motociclistas que emplacarem seus veículos no Espírito Santo a partir do dia 3 de dezembro receberão as novas placas com o padrão Mercosul. A medida serve para todos os veículos zero-quilômetro e também para os veículos que precisarem atualizar suas placas, como nos casos de mudança de município ou propriedade.

As novas placas serão utilizadas em todo o país e terão quatro letras e três números. A placa terá uma cor mais clara que a atual, que é cinza, e uma tarjeta azul na parte superior, com o nome do país. As novas placas terão a bandeira do país, do estado e um brasão da cidade de origem.

O diretor de Habilitação e Veículos do Detran do Espírito Santo, José Eduardo de Souza Oliveira, afirmou que a mudança vai aumentar a segurança das placas e diminuir as chances de fraudes.

As novas placas terão mecanismos de proteção, com itens de segurança similares aos que são utilizados em cédulas. Um QR Code e um chip vão permitir que a placa seja rastreada por todos os países do Mercosul – Argentina, Brasil, Paraguai, Uruguai e Venezuela.

“A rastreabilidade vai ser melhor. A facilidade de fraude vai cair, porque agora cada par de placas terá um código específico. Esse foi um dos motivos de para dar mais segurança”, avaliou o representante do Detran.

De acordo com José Eduardo de Souza Oliveira, motoristas de veículos já emplacados também poderão substituir a placa atual pelo novo modelo. No entanto, o valor previsto para um par das novas placas é de aproximadamente R$ 200. No modelo atual, de cor cinza, um par de placas custa em torno de R$ 100. Os veículos que utilizam as placas do modelo atual não têm a obrigação ou data limite para instalar a nova placa.

FISCALIZAÇÃO DAS NOVAS PLACAS

Em relação à leitura de placas por sistemas de radares e também no cadastramento de estacionamentos rotativos, o representante do Detran esclareceu que os órgãos responsáveis por estacionamentos ou radares terão que atualizar seus sistemas.

“Todo órgão que tem algum serviço que precisa utilizar a leitura dessas placas ou verificar leitura de placas tem que se adaptar e atualizar o sistema. O nosso sistema está parametrizado para receber e liberar essas informações”, disse José Eduardo.

AS RESPOSTAS DOS FISCALIZADORES

A Polícia Rodoviária do Espírito Santo informou que os sistemas dos radares móveis estão aptos a fiscalizar a nova placa de veículos que passem pelas rodovias do estado.

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) afirmou que os equipamentos eletrônicos atualmente instalados no Espírito Santo não fazem a leitura automática dos caracteres das placas. Atualmente todo o processamento das infrações é realizado pelo DNIT/Sede, no momento em que a imagem da infração é lida e a placa é digitada manualmente. Portanto, não haverá necessidade de atualização dos equipamentos.

A prefeitura da Serra informou que o sistema de multas de trânsito da cidade é o mesmo usado pelo Detran. Em relação ao rotativo, foi comunicado que a cobrança será feita normalmente, com as atualizações necessárias no aplicativo para registro dos novos modelos de placas.

A concessionária ECO 101, gestora dos radares da BR 101, afirmou que os radares da rodovia já fazem a leitura de todas as placas. A empresa responsável pelo estacionamento rotativo da cidade de Cariacica também afirmou que o sistema de cobrança já foi atualizado para receber as novas numerações das placas. A Secretaria de Segurança Urbana (Semsu) informa que o software da Cerco Inteligente de Segurança da Prefeitura de Vitória já está atualizado e apto a fazer a leitura das placas de carro com padrão Mercosul.

A Secretaria de Transportes, Trânsito e Infraestrutura Urbana de Vitória (Setran) informa que as empresas responsáveis pelos sistemas de funcionamento dos estacionamentos rotativos em Vitória, a Digicon, a PicPay e a VixPark, ainda avaliam como se dará essa integração e as atualizações necessárias das novas placas para que a fiscalização seja adequada.