Pirou de vez: Projeto de Pereirinha estabelece cobranças até para transportes aquaviários

1011

22Muitas pessoas que moram no interior de Barra de São Francisco sempre falam que o atual prefeito não conhece o município que administra, ou seja, que deveria administrar. Segundo o vereador Valézio Armani, um projeto de lei encaminhado à Câmara recentemente, estabelecendo classificação de atividades para cobrança de taxas de licença deixa claro que realmente o prefeito Luciano Pereirinha não conhece Barra de São Francisco.

No projeto o prefeito está estabelecendo cobranças para as atividades de astrólogo, quem já viu um astrólogo em Barra de São Francisco, indaga o vereador. O pior ainda está por vir, o projeto estabelece a cobrança por transportes aquaviários, pela extração de sal marinho, até mesmo os fotógrafos submarinos deverão pagar impostos.

Talvez o prefeito prevendo o derretimento de todas as geleiras do mundo fará com que tenhamos um aumento nos mares e Barra de São Francisco será banhado pelo atlântico ou pior pelo pacífico. Uma coisa não dá para questionar o prefeito é futurístico, pensa que Barra de São Francisco vai crescer tanto que até pelos serviços de transporte intermunicipal em região metropolitana já está estabelecendo cobrança de impostos.

Outra visão de futuro, os fabricantes de produtos de soja também pagaram suas taxas, pensa nosso município se transformando num grande produtor de soja, na mente do prefeito deveremos ter terras apropriadas para o plantio de soja em grande escala. Pelo que se vê Barra de São Francisco tem um prefeito que não conhece a realidade do município, é inadmissível um projeto desta natureza.

Essas são umas poucas aberrações contidas no projeto, certamente outras devam existir. Com a palavra os senhores vereadores que deverão analisar a matéria nos próximos dias.