Pereirinha comemora vitória de R$ 8 mil, mas deve ao ex-vaqueiro R$ 47 mil

773
Edinho, Pereirnha e Solange foram condenados a pagar o ex-vaqueiro
Edinho, Pereirinha e Solange foram condenados a pagar o ex-vaqueiro

O prefeito Luciano Pereirinha (DEM), de Barra de São Francisco/ES, recentemente usou a rádio da família e sites chapas brancas que escondem os acontecimentos de sua péssima administração, para se vangloriar de ter conseguido vencer uma ação indenizatória movida por ele contra este site e contra o seu ex-vaqueiro Adilson Raimundo de Oliveira, que o acusa de ter mandado seqüestrá-lo e matá-lo para que ele desistisse de uma ação trabalhista movida contra a família Pereira.

Na ação, que cabe recurso, e certamente será reformada no Colegiado Recursal, o prefeito mais incompetente que o município já teve alega que a notícia publicada no site denegria sua imagem.

Só que Pereirinha e seus bajuladores esqueceram-se de dizer que ele, juntamente com seu pai e sua mãe, devem ao seu ex-vaqueiro Adilson Raimundo de Oliveira a quantia de R$ 47.954,63, referente à condenação em uma ação trabalhista movida contra ele pelo vaqueiro e que gerou a sua tentativa de sequestro e homicídio para que ele retirasse a ação.

Adilso, ex-vaqueiro de Pereirinha
Adilson, ex-vaqueiro de Pereirinha

A ação está em fase de execução e Pereirinha já teve um veículo penhorado, além de valores em dinheiro em suas contas bancárias. Ou seja. Fala besteira por ganhar uma ação que ainda cabe recursos, esquecendo que deve ao ex-vaqueiro Raimundo, que o acusa de ter mandado sequestrá-lo e matá-lo, uma quantia sete vezes maior.

E não é só isso. Pereirinha perdeu também uma ação para a mulher de seu ex-vaqueiro Raimundo, que também está em fase de execução, e o Juiz do Trabalho já determinou a penhora de bens de Pereirinha, seu pai e sua mãe.

Esses detalhes não foram divulgados pelos sites chapa brancas e nem pelo baba ovo maior do prefeito, radialista Demétrio Silva, que, inclusive, chegou a falar um monte de mentiras em seu programa, alegando que a ação trabalhista não existia.

Sentença absurda

Estranhamente a ação movida pelo prefeito mais desmoralizado que o município já teve foi julgada procedente, mesmo todos na cidade tendo conhecimento de que Pereirinha tem a imagem mais suja que poleiro de pato, por ser caloteiro, não pagou os servidores que foram exonerados no dia 31 de dezembro de 2012, não consegue comprar nada no comércio local e onde quer que vá precisa estar acompanhado da polícia para não ser agredido.

Mas tudo bem. A condenação é de R$ 8 mil solidariamente entre este site e Adilson Raimundo. Este site já recorreu da sentença, por entender que se trata de uma sentença equivocada, já que a imagem do prefeito Pereirinha é a pior possível, e não tem mais espaço para ser manchada.

A sentença demonstra um interesse de calar o único órgão de imprensa que combate os desmandos de um prefeito incompetente, perseguidor e caloteiro. Mas este site continuará do lado do povo contra o prefeito Pereirinha, mesmo tendo ele o apoio da justiça, que deveria estar ao lado da liberdade de imprensa e da Constituição Federal.

O diretor-responsável do site, Luiz Carlos Gava, disse que com ou sem apoio da justiça, continuará mostrando as aberrações dessa administração incompetente. “O que importa é que o povo está do nosso lado. E com o povo do nosso lado, continuaremos combatendo os desmandos desse prefeito desmoralizado. Censura nunca mais!”, finaliza Luiz Carlos Gava.

execucao adilson

preview penhora mulher do adilson