Pereirinha acusado de manter funcionários Fantasmas enquanto deputado estadual

562

lucianoO ex-deputado estadual e atual prefeito de Barra de São Francisco, Luciano Pereira, o Pereirinha (DEM) tem mais uma dor de cabeça com a justiça: Ele é acusado pelo Ministério Público Estadual (MPE) de ter empregado funcionários-fantasmas no período em que exerceu o cargo de deputado estadual.

Além dele, mais quatro deputados, inclusive o presidente da Assembleia Legislativa (Ales), Theodorico Ferraço (DEM) estão sendo denunciados. De acordo com o MPE, Pereirinha tinha dez funcionários comissionados em seu gabinete no período em que exerceu o cargo de deputado.

A matéria publicada dia 26 de agosto, na página 22 de A Gazeta, conta ainda a história de Carlos Fabiano Del Puppo, que disse ter sido contratado pelo gabinete de Pereirinha de fevereiro de 2011 a julho de 2012 com a função de “acompanhar o deputado Luciano Pereira em suas viagens pelo sul do Estado, promovendo uma aproximação com os políticos e a população local, visando aumentar sua base eleitoral”.

Puppo, que é de Marechal Floriano, disse que não havia “fiscalização efetiva sobre suas atividades” e que sua escolha se deu apenas pelo seu bom trânsito entre os políticos da região sul do Estado. As ações foram ajuizadas em maio deste ano pela promotora Letícia Lemgruber, com base em um inquérito civil instaurado em 2012.

Ao todo 24 comissionados são citados no processo, que prevê multas que chegam a R$ 10,1 milhões, por danos ao erário.

Por: Weber Andrade