Paulinho Caipora lamenta o estado de abandono do estádio de Barra de São Francisco

1026

30O ex-jogador de futebol, Paulo Cesar Andrade, o Paulinho Caipora, que tantas alegrias deu a torcida do Santos Futebol Clube, o Terror do Norte, de Barra de São Francisco lamenta profundamente o estado de abandono em que se encontra o Estádio Municipal Joaquim Alves de Souza, localizado no bairro Campo Novo.

“Quando eu estava na secretária municipal de educação respondendo também pela secretária de esportes, fomos três vezes à Sesport, pedir ao secretário Vandinho Leite apoio para a troca do alambrado juntamente com a cobertura da arquibancada da entrada do estádio, que não apenas serviria aos torcedores, mas ajudaria a minimizar o calor nas salas da escola Vicente Amaro, ele não deu a mínima”, disse Paulinho.

“Para nós era o que bastava, como vocês podem ver o gramado já estava sendo melhorado à custas de muito trabalho. Com o fechamento do estádio que ocorreu exatamente no dia 06 de outubro de 2013, já são 26 meses sem a praça de esporte”, lamenta Paulinho.

“A pergunta que se faz é onde estão aquelas mais 300 crianças que treinavam na escolinha de futebol da prefeitura era uma alegria todas as manhãs de sábado, para não dizer das competições que eram realizadas com as crianças uniformizadas com as camisas dos clubes de tradição do nosso país”, lembra Paulo Cesar Andrade.

“Onde estão acontecendo as olimpíadas escolares que eram realizadas ali? É triste, mas é o que aconteceu.

O difícil é você ver uma placa do governo informando a liberação de R$ 1.071,000 para reforma do estádio”, encerra o ex-atleta. O estádio foi destruído pelo prefeito Luciano Pereira, durante a realização de uma festa em seu primeiro ano de governo. O antigo estádio encontra-se totalmente abandonado.

31 33 34 35 36 38