Passeata abre Semana Nacional da Pessoa com Deficiência 2019 em Barra de São Francisco

196

Uma passeata iniciada na porta do Sindicato Rural Patronal na Rua Mineira, abriu hoje, 21, a Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla em Barra de São Francisco. A caminhada até a praça Senador Atílio Vivácqua, contou com cerca de 100 participantes, entre crianças e adolescentes da Apae, Amaes e do Centro de Ensino Médio em Tempo Integral (Ceemti) João XXIII, além de professores, assistentes sociais e diretoria das entidades ligadas aos deficientes.

A Semana Nacional das Pessoas Com Deficiência Intelectual e Múltipla, acontece todos os anos durante o período de 21 a 28 de agosto. O objetivo é abrir debates e colocar a sociedade em reflexão no dever da igualdade para inclusão.

“Com base no tema Família e pessoa com deficiência, protagonistas na implementação das políticas públicas o evento desse ano vem para reafirmar no contexto desse Movimento, a importância da participação da família, em todos os processos de vida se seus filhos, seja educacional, de desenvolvimento, de habilitação e reabilitação, e demais projetos como na gestão das Apaes”, explica o vice-presidente da Apae de Barra de São Francisco, Cloves Scauferla de Oliveira.

Segundo o texto norteador da semana, “trata-se de um assunto que não se esgota em um determinado tempo, pois ainda não avançamos nas propostas e estratégias necessárias para a concretização das ideias centrais trazidas pela referida temática.”

“Não fora as famílias e as pessoas com deficiência, quem melhor estaria enfrentando a sociedade em suas diferentes contradições, a fim de garantir que as pessoas com deficiência tivessem as mesmas oportunidades que as pessoas sem deficiência? Evidentemente, as famílias, com parte integrante da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), como parceiros, se juntam a profissionais, e outras entidades especializadas e congêneres, para aprimorar a cada ano, o exercício de seu protagonismo. O decorrer da trajetória da Rede Apae depende de cada momento histórico, vivenciado nos diferentes territórios, do contexto cultural, social, econômico e político, podendo avançar, estagnar ou retroceder em relação a sua própria atuação, como também na construção das Políticas Públicas destinadas à pessoa com deficiência”.

Apae de Barra de São Francisco comemora 41 anos de fundação

A Apae de Barra de São Francisco foi fundada por assembleia realizada em 4 de março de 1978. Reconhecida como de utilidade Pública federal, estadual e municipal, com registros na Federação Nacional das Apaes, Conselho Nacional de Assistência Social, Secretaria de Estado da Justiça e Cidadania, Conselho Estadual de Educação, Conselhos Estadual e Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, possui também o Certificado de Entidade de Fins Filantrópicos.

“A nossa Apae tem como objetivo, promover a melhoria da qualidade de vida das pessoas com deficiência, buscando assegurar-lhes o pleno exercício da cidadania. A nossa instituição possui um quadro de associados e uma equipe técnica composta de Assistente Social, Cuidadores, Coordenador Administrativo, Diretor pedagógico, Fisioterapeuta, Pedagogo, Psicólogo, Professores habilitados em Educação Especial, entre outros profissionais para o atendimento especializado a mais de 200 pessoas com deficiência intelectual e múltipla e suas famílias nas áreas social, psicológica, fisioterápica, fonoaudióloga, artes, informática e educacional’, informa o site da entidade.

Fonte: Weber Andrade com Apae/BSF) (ocontestado)