Para advogado, prisão de taxista em São Gabriel da Palha foi feita com falta de respeito pela polícia

1241
Advogado Charrua
Advogado Charrua

O advogado Idivaldo Lopes de Oliveira, o charrua, questionou a imprensa que publicou matéria acusando um taxista de ter estacionado em local para deficiente e desacatado policiais. Charrua publicou em sua página de relacionamento (facebook), a seguinte nota: Não ouviram a parte contrária, daí meu comentário.

É temerário qualquer meio de comunicação ou informação divulgar matérias e principalmente por suposta prática de crimes, sem, contudo, ouvir a parte contrária, em homenagem ao princípio do contraditório e da ampla defesa, mas conhecido como “direito de resposta”. Pois bem, o taxista meu cliente jamais desacatou os PM’s quando da abordagem.

Aliás, o taxista teria parado no local para idoso tão somente para o desembarque de um “IDOSO” que era seu passageiro. Lamentavelmente os PM’s faltaram com o respeito e ao direito do idoso por não aguardar o seu desembarque. Não, foram logo multando o taxista que teria tentado argumentar com respeito aos PM’s de que estaria ali tão somente para o desembarque do idoso.

O que fizerem os PM’s levaram e algemaram um pai de família, honesto e trabalhador, que estava trabalhando para sustentar sua família. Revoltado com a atitude dos PM’s o taxista teria dito tão somente o seguinte: “Aqui na terra vale a justiça dos homens”. Referindo a injustiça que lhe praticara.

PM’s deveriam ter mais cautelar no seu trabalho, porque sabem muito bem que a Corregedoria não passa a mão na cabeça de profissionais que exercem mau seu trabalho.