Pandemia: músico troca palco por calçadas e faz sucesso

109

Sem shows há mais de um ano, o músico colatinense Genilson José Luiz, popularmente conhecido como Chuchu é Show, resolveu inovar. Chuchu, com um enorme público não somente em Colatina, mas em várias cidades, fez o que ele mais sabe fazer, cantar. Mas ao invés dos palcos, impedido devido a pandemia do novo coronavírus, optou pelas ruas, para um contato direto com as pessoas e com o seu público.

“Gravar um CD para vender a fim de pagar ao menos as despesas de casa vendendo nas ruas de Colatina e fazendo pequenas apresentações nas praças. Nisso a população Colatinense aderiu e acabou virando uma campanha solidária”, diz Chuchu.

O sucesso foi tanto que segundo o próprio músico, as pessoas estão indo em sua residência para adquirir o CD. Chuchu disse que pretende permanecer nas ruas se apresentando somente até poder voltar a se apresentar nos palcos de Colatina e de vários outros municípios.

“As expressões negativas de umas pessoas te empurram pra baixo. Daí vem as positivas, passam alegres e te puxam pra cima, pedem música e a gente vai vendo a realidade das ruas, sentindo na pele as dificuldades e alegrias do vendedor ambulante brasileiro”, revela o músico.

Mesmo diante de alguns olhares negativos, a ação do músico está sendo aprovada pelas pessoas que veem as apresentações. “Eu estava ouvindo uma música tão linda e disse: é a voz do Chuchu. Ao sair do banco vim em direção ao calçadão e tive a grata surpresa de matar um pouco a saudade de seus shows, já que fui em vários deles”, revela Leidiane Motta, residente no bairro Nossa Senhora Aparecida.

Por Colatina ser um polo de comércio e saúde, várias pessoas de outras localidades estão constantemente no município e muitos aproveitam para convidar o músico a se apresentar em suas respectivas cidades. “Mas já tem moradores de cidades vizinhas me convidando para cantar. São cidades em que eu sou conhecido e que fazia muitos shows antes da pandemia: Nova Venécia, Barra de São Francisco, São Gabriel, Vila Valério, Rio Bananal, Marilândia, Itaguaçu, São Roque, por isso, já estou me programando para uma turnê em ruas e praças de cidades vizinhas vendendo meu CD”.

Chuchu faz suas apresentações dentro de todos os padrões exigidos no combate a pandemia da Covid-19, não há aglomerações, sempre a céu aberto e por um período curto, comparado aos seus shows que ocorriam nos clubes, bares e restaurantes.

O artista não para. Independente do local que vai se apresentar é a sua emoção e o amor pela arte que irá fazer a diferença em sua vida e na vida de quem o acompanha. “Como é especial ver um artista se apresentar, com o seu dom, mesmo em um período como esse. Para ele as portas estão fechadas em locais que ele se apresentava devido a pandemia, mas o seu talento o trouxe para as ruas e praças para dar um pouco de vida em um período tão obscuro que estamos vivendo”, afirma o professor aposentado Arnaldo Vieira.

ES Fala