Ordem judicial é descumprida pela prefeitura de Barra de São Francisco

1718

600Isso não é de agora, a mais de três anos o caos se instalou na área de saúde da prefeitura municipal de Barra de São Francisco, ao ponto de a promotoria de justiça dar até flagrante naquele setor, onde possivelmente vereadores e pré-candidatos a vereadores ligados ao prefeito controlavam marcação de consultas.

As pessoas se sentiam humilhadas com esse esquema montado dentro da própria secretaria municipal de saúde. Se tem remédios no pavilhão da humilhação não se sabe, mas as reclamações pipocam por todos os lados.

As pessoas procuram o setor em busca de remédio e muitos não conseguem, uns procuram o Ministério Público e até o fórum local para garantir seus direitos, mas até ordem judicial pode estar sendo descumprido por parte da prefeitura.

Uma das farmácias que atende a prefeitura da cidade cortou o credito por falta de pagamento. Uma mãe em desespero por não conseguir remédio para o filho que toma cinco medicamentos e é portador de cardiopatia procurou um advogado na cidade para acionar a justiça.

De acordo com a mãe, a prefeitura não pagou a farmácia conveniada alegando não ter verba. Mesmo com ordem Judicial as pessoas não conseguem seus medicamentos que são contínuos, inclusive uma criança portadora de cardiopatia grave está sem o uso do medicamento a cerca de 20 vinte dias, agravando ainda mais sua situação.

Existem outros casos nesta mesma situação, mas que estão sendo “empurrados” com a barriga. O Ministério Público está fazendo a sua parte, ou seja, toma as providencias e encaminha a justiça local, mas a prefeitura descumpre até ordem judicial.

100 500