Operação do MPES investiga fraudes em contratos no setor de coleta e tratamento de lixo

286

O Ministério Público do Espírito Santo (MPES) deflagrou nesta terça-feira (24) a sexta fase da Operação Varredura, denominada Operação Puro Sangue, que investiga fraudes em contratos no setor de coleta e tratamento de lixo em Pedro Canário, no Norte do Espírito Santo.

Estão sendo cumpridos 13 mandados de busca e apreensão distribuídos pelos municípios de Linhares, Sooretama, São Gabriel da Palha, São Mateus, Jaguaré e Nova Venécia, com a finalidade apreender documentos, computadores, mídias e outros equipamentos visando apurar a suposta prática de crimes de corrupção ativa e passiva, peculato, formação de quadrilha, fraude à licitação, tráfico de influência, entre outros.

A operação é realizada por meio do Grupo Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco-Norte) e da Promotoria de Justiça de Pedro Canário, com participação e apoio do Núcleo de Inteligência da Assessoria Militar do MPES.

O prefeito de Pedro Canário, Bruno Araújo (Republicanos), disse à TV Gazeta que o município não tem contrato de limpeza pública e que todo o serviço é realizado pela Prefeitura.

G1 ES