Operação Califórnia leva 23 para a prisão em São Gabriel da Palha e Vila Valério

1748

23Foi deflagrada na madrugada desta quinta-feira 2 pelos Militares do 2º BPM em conjunto com o Ministério Público e a Polícia Civil de São Gabriel da Palha/ES, a operação “Califórnia II”, que resultou na prisão de 23 pessoas, dentre elas 03 mulheres.

A operação foi realizada nos Municípios de São Gabriel da Palha e Vila Valério, e contou com a participação de 139 Policiais, sendo 125 da Polícia Militar e 14 integrantes da Polícia Civil.

De acordo com os Coordenadores da ação policial, o Tenente Coronel Sebastião Aleixo Santos Batista, Comandante do 2º BPM e o Dr. Líbero Penello de Carvalho Filho, Delegado Chefe da 17ª Regional, durante a ação policial foram operação foram cumpridos 44 mandados de busca e apreensão e 19 ordens de prisão, todos expedidos pela Justiça da Comarca de São Gabriel da Palha, que resultou na apreensão de dois tabletes grandes de maconha pesando aproximadamente 1,350 gramas; 19 pedras grandes de crack; 01 espingarda de dois canos; 01 simulacro de revólver calibre .32; munições diversas; 129 frascos de pólvora; 01 papelotes de cocaína; 02 balanças de precisão; R$ 2.695,00 em dinheiro; 01 motocicleta; cheques; caderno de anotações do tráfico; diversos celulares, materiais utilizados para o preparo e embalo de drogas, e outros materiais.

Durante a operação foi desbaratada uma grande quadrilha especializada no comércio de drogas ilícitas que abastece os municípios de São Gabriel, Vila Valério e adjacências.

Dentre os detidos, está um homem acusado de ser o chefe da quadrilha. LAR, 27 anos, conhecido por Japonês, vinha controlando o tráfico de drogas em São Gabriel, Vila Valério e municípios adjacentes. Segundo levantamentos parte da droga vendida por Japonês é proveniente da Bolívia. Ele também é acusado de envolvimento em crimes de homicídios ocorrido no ano de 2015.

Os acusados e os materiais apreendidos foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil de São Gabriel da Palha, onde foram realizados os flagrantes.

Para o Tenente Coronel Aleixo, o objetivo da operação é coibir o tráfico de drogas ilícitas naqueles municípios, até porque do tráfico se desdobram outros crimes, tais como: porte/posse ilegal de armas de fogo, homicídios, furtos, roubos, dentre outros.

Com a prisão dos envolvidos foram tirados de circulação, vários criminosos que andam a margem da lei, o que certamente refletirá positivamente na redução dos índices de violência e criminalidade na região.

Segundo o Comandante, o êxito da operação se deve também ao emprego dos cães farejadores do BME, já que dois tabletes de maconha que estavam enterrados próximo de uma casa em construção foram encontrados pelos cães. Participaram da operação, Militares do 2º, 11º e 13º BPM, Batalhão de Missões Especiais (BME) e Policiais Civis.

Fonte: Roberto Carlos Morgan