Ônibus se envolve em acidente e sete pessoas ficam feridas na BR-101

628

acidenteUm ônibus da Viação Águia Branca se envolveu em um acidente após bater com um veículo de passeio, na rodovia BR-101, na altura do quilômetro 184, em Aracruz, no Norte do Espírito Santo. O acidente aconteceu por volta das 20 horas de sexta-feira (6/03). As informações foram divulgadas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), na internet.

As primeiras informações davam conta de que nove pessoas estariam envolvidas no acidente. Mais tarde, porém, o número foi atualizado para 39. O ônibus transportava 37 passageiros, além do motorista, e haviam dois ocupantes no veículo de passeio. A informação foi passada pela assessoria de imprensa da viação Águia Branca.

Em nota, a viação Águia Branca deu detalhes do que possa ter provocado o acidente. “O ônibus tombou quase parado no acostamento da BR 101 Norte, próximo ao distrito de Jacupemba, no município de Aracruz.  Um automóvel invadiu a contramão e chocou-se com o ônibus, que seguia em baixa velocidade e chegou a desviar para o acostamento, mas um pequeno barranco acabou provocando o tombamento do veículo”

A assessoria da empresa informou ainda que outro ônibus foi enviado para o local para que pudesse dar prosseguimento à viagem dos passageiros que não se feriram. Ela informou também que uma equipe da empresa se dirigiu para o local, onde teria prestado todo o apoio necessário aos passageiros e à perícia técnica sobre o acidente.

De acordo com a concessionária que administra a rodovia no Estado, a Eco 101, cinco pessoas tiveram ferimentos leves, duas ferimentos médios e o restante não se feriu. As vítimas foram encaminhadas para o Hospital São Camilo e para o Hospital Geral de Linhares (HGL).

Para os atendimentos de socorro, a pista ficou bloqueada por cerca de uma hora e depois liberada para o tráfego.

Casal é encontrado morto próximo a cafezal em Jacupemba

Dois corpos foram encontrados em uma lavoura de café, localizada no distrito de Jacupemba, em Aracruz, Norte do Espírito Santo, na manhã desta sábado (7). O homem, de 34 anos, e a mulher, de 45, foram identificados como um casal que vivia em uma outra propriedade, também na região.

A suspeita da Polícia Civil é de que se trata de um crime de latrocínio. De acordo com perícia, a dupla foi morta a tiros. O crime só foi descoberto depois que um auxiliar de serviços gerais que seguia para o trabalho passou pelo local e avistou as vítimas.

Familiares emocionados acompanharam os trabalhos das equipes. Testemunhas contaram que o casal possuía um veículo, que ainda não foi localizado. Por isso, a polícia acredita que eles tenham sido vítimas de latrocínio, ou seja, roubo seguido de morte.