O “Circo” está armado em Barra de São Francisco, quem fala mais mentira, vereadores, prefeito ou empresas

1187
Aqui estão os vereadores que foram contra a CPI e pode ser que as ordens tenha partido do prefeito
Aqui estão os vereadores que foram contra a CPI e pode ser que as ordens tenha partido do prefeito

 

O grupo de vereadores que dão sustentação ao prefeito Luciano Pereirinha (DEM), na Câmara Municipal impediram nesta segunda feira, 30/03/2015, a criação de uma CPI para investigar os contratos firmados pelo município com as empresas LIBRA e AMBIENTAL, os funcionários dessas empresas que prestam serviços ao município estão convivendo com salários atrasados há vários meses.

Uma das motivações de criação da CPI seria investigar os pagamentos feitos, pois o prefeito fala que pagou e a empresa fala que não recebeu e no meio disso os funcionários é que estão pagando o pato.

A criação da CPI estava sendo aguardada há vários dias, mas nesta segunda foi literalmente para o lixo. Votaram contra a criação da CPI os vereadores Admilson Brum, Mulinha, Tiãozinho da Colina, Antônio Morais, Jessui da CESAN, Paulinho do Hospital, Dr. Aloysio Alves e Camatinha.

Votaram pela criação da CPI os vereadores Zé Valdeci, Carlinho da Dengue, Valézio Armani e João Luiz Cozer. O vereador Juvenal Calixto presidente da Câmara não votou, pois, só vota em caso de empate, mas tem feito questão de deixar clara a sua posição em favor da CPI tendo, inclusive, assinado o requerimento de criação.

Novamente o fato estranho foi o voto do vereador Jessui da CESAN, pois mesmo pertencendo ao PSD tem se mantido fiel ao prefeito nas votações na câmara.

Pelo visto o “circo” está armado e muito bem aramado em Barra de São Francisco, pois no final do ano passado todos os vereadores deram “tiros” para todos os lados ao ponto de pedir providencias contra as empresas que prestam serviços na área de limpeza publica, entre outros.

Na tentativa de procurar saber da real situação que envolve prefeitura e empresa, uma CPI foi criada, mas apenas cinco vereadores assinaram a mesma.

Pois bem, neste mês de março a CPI foi criada e quando todos esperavam que a mesma fosse desvendar o mistério envolvendo a prefeitura e as empresas, o vereador Mulinha que tanto criticou a situação pediu vista por 10 dias para analisar a documentação e após o prazo inspirado foi colocado em pauta nesta segunda feira, 20/03/2015, e surpreendentemente a CPI foi por água abaixo, pois a “tropa” de choque do prefeito votou contra a criação da CPI do Lixo.

Durante a sessão o vereador Admilson Brum chegou a dizer na tribuna daquela casa de leis que queriam uma CPI para fazer acordo e chegou a fazer sinal de dinheiro. Agora a mesa diretora da Câmara Municipal poderá enquadra-lo por quebra de decoro parlamentar. Caso seja comprovado tal insinuação o caso poderá ir parar no Ministério Público e pode até dar cassação de mandato.

Pelo visto a “safadeza”, a bagunça, a enganação vai continuar e os 8 vereadores, prefeitura e empresas prestadoras de lixo continuarão fazendo a população de “palhaços” em Barra de São Francisco.

Os únicos que estão pagando o pato com essa “mentirada” de empresas, prefeito e os 8 vereadores são os pobres coitados dos funcionários que estão sem receber, passando necessidade em suas casas e ainda com alguns tendo o credito cortado em alguns estabelecimentos comerciais.

O vereador Paulinho do Hospital ficou mestre em dizer que não puxa “saco” do prefeito, mas vota como manda o prefeito. Já Jessui da Cesan está ficando desacreditado perante a opinião publica e não sabe de que lado fica, mas suas ultimas ações ficou evidente que ele está do lado do prefeito e contra os trabalhadores, pois ele foi um dos que criticou veemente as empresas de lixo no ano passado e neste ano “cuspiu” em seu próprio discurso para fazer media com prefeito.

Durante a votação de um pedido de vista de autoria do vereador Carlinho da Dengue em um projeto do prefeito que estava em tramitação na Câmara na sessão de segunda feira, apenas os vereadores Jessui da CESAN e Admilson Brum votaram contrário, sendo que até mesmo o vereador líder do prefeito acompanhou o vereador Carlinho na votação. Ao que se vê a adesão do vereador Jessui à atual administração foi total.

No que depender da maioria dos vereadores e da prefeitura a cidade e o interior vai permanecer “emporcalhada” de lixo e a população sofrendo com este desmando. Até quando vai continuar esta mentirada, que, inclusive, tem o apoio de 8 vereadores que votaram contra a CPI para saber quem esta falando a verdade e quem está falando mentira.