Não convidem para a mesma mesa, motoristas da saúde e prefeito de Barra de São Francisco

850

391O clima entre alguns motoristas da área de saúde em Barra de São Francisco e o prefeito não é nada bom, pois as reclamações estão pipocando para todos os lados. Motorista com quase 30 anos na área da saúde, que sempre acompanhou o chefe do executivo, anda bravo e até cuspindo marimbondo, pois o prefeito cortou 20 horas extras dos motoristas, eles que recebiam 80 horas, mas agora caiu para 60.

“Nossa diária é de R$ 50 reais apenas”, disse um motorista. “Ainda não temos prova, mas há informações de que na garagem de transporte se comenta que o prefeito paga 120 horas extras para os patroleiros e peixinho dele, não podemos provar isso, mas estamos buscando informações e se isto estiver acontecendo vamos denunciar”, disse outro motorista.

“Estamos sofrendo represálias, ele cortou 20 horas extras nossa e ainda não podemos reivindicar nossos direitos”, reclama mais um motorista. “O vereador Mulinha prometeu nos ajudar sobre nossas diárias, mas até ontem nada”, disse.

“Saímos as duas horas da manhã para Vitória e voltamos as 19 horas com uma miserável diária de R$ 50 reais. Será que a diária do prefeito é de R$ 50 reais também?”, indaga o motorista. “Já os patroleiros da garagem chegam a receber ate 120 horas extras por mês, inclusive, estamos procurando provas desta informação”, reclama.

Conforme reclamação da categoria de motoristas da área de saúde, todos estão chateados e aborrecidos com a indiferença que o prefeito trata os motoristas da saúde. “Nós transportamos vidas todos os dias pra capital,
será que não merecemos pelo menos uma diária digna para podermos alimentar-mos em Vitória?” desabafa.

“Será que a diária dos vereadores também são de R$ 50 reais?
“Será que nenhum vereador pode lutar por esses profissionais da saúde?. Estes são alguns questionamentos feitos pelos motoristas da saúde.

Convidar motoristas da saúde e prefeito para a mesma mesa seria inconveniente neste momento, pois a categoria cita anda revoltada com o chefe.