Mulher é presa acusada de espalhar fake news sobre candidato no Norte do Estado

228

Uma mulher foi presa, na sexta-feira (13), acusada de espalhar fake news no Facebook sobre um candidato a prefeito de João Neiva, no Norte do Estado.

Segundo o Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), “com o cumprimento de mandado de busca e apreensão de aparelhos eletrônicos requisitado pelo Ministério Público Eleitoral, e diante da apresentação das provas colhidas, a pessoa confirmou em interrogatório a prática ilícita”.

A 14ª Zona Eleitoral de Aracruz, na mesma região, pediu o cumprimento de mandado judicial de busca e apreensão e a autorização para quebra de sigilo de dados de telefones celulares e computadores apreendidos.

“Conforme as provas apresentadas em inquérito policial encaminhado ao MPE, a pessoa que fez as publicações teve o objetivo de influenciar o eleitorado com informações falsas. Para o MPE, os candidatos indicados na publicação, na rede social, tiveram a imagem e honra maculados, ficando caracterizada difamação, injúria, calúnia e divulgação de fatos inverídicos (art. 323, 325, 326 e 327 do Código Eleitoral)”, explicou o órgão.

O MPE acredita que “haja um grupo de disputa eleitoral diretamente envolvido no caso. Por isso, foi pedida também a apreensão de dinheiro, cartas, materiais de propaganda, recibos, veículos, notas fiscais e quaisquer outros elementos relacionados”.

Fonte: Tribuna Online