MP retoma processo do “Pavilhão da Saúde” em Barra de São Francisco

1366

900A Promotoria da Comarca de Barra de São Francisco retomou, nesta semana, os trabalhos de apuração das denúncias de uso eleitoral do Pavilhão da Saúde, como resultado da operação comandada pelo promotor Luiz Carlos de Vargas, assessores especiais e a Polícia Militar, realizada no último mês de junho de 2016, visando a apurar denúncias feitas pelos vereadores Valézio Armani (PSD), Lula Cozer (PSD) e Zé Valdeci (PT).

O promotor foi ao local verificar as denúncias de que vários pedidos de exames estavam armazenados no pavilhão para atender a vereadores e, então, pré-candidatos ligados à atuação administração municipal, e juntou as provas necessárias – pacotes de pedidos de liberação de marcação de exames feitos pelos vereadores Tiãozinho da Colina, Jessuí da Cesan, Antônio Morais, Carlim da Dengue e Camatinha, e ainda os, na época, pré-candidatos Obedes Martins, Reinaldo Neri, Tati, Roque e Adilson Perninha.

Com o foco voltado para a realização das eleições, que consagraram nas urnas o prefeito eleito Alencar Marim (PT), impondo fragorosa derrota ao atual prefeito Luciano Pereira (DEM), o Ministério Público deixou em suspense os trabalhos, que, de acordo com o promotor Luiz Carlos, estão sendo retomados, com a oitiva das testemunhas.

Por enquanto, não há nenhuma decisão a respeito, mas das apurações poderá resultado denúncia por crime eleitoral, além de improbidade administrativa.

901 902