Movimentação “ante corrupção” promete lotar a câmara de Barra de São Francisco dia 15

968

04Uma movimentação entre alguns segmentos da sociedade de Barra de São Francisco estão se articulando no sentido de providenciar faixas, cartazes, apitos, entre outros para se manifestarem no sentido de mostrar para os 13 vereadores que a sociedade francisquense não está satisfeita com a administração atual. O movimento está sendo denominado como, “ante corrupção”.

O clima promete esquentar na próxima segunda feira, 15/02/2016, as 17 horas, na câmara municipal de Barra de São Francisco, quando se iniciará todos os procedimentos legais para cassar ou não por ato de improbidade administrativa o prefeito e o vice. Eles estão sendo acusados pelo Ministério Público por possível Prática de Irregularidades na Gestão de Recursos Públicos Municipais.

Há informações, inclusive, que já tem vereador querendo que a polícia seja acionada para dar proteção a alguns deles. O jornalismo Gazeta do Norte em contato com um dos vereadores quis saber o que ele achava a respeito de colegas querer a presença da polícia no dia da sessão, mas ele foi enfático, “Não queremos polícia aqui nesta casa de leis, o nosso povo é ordeiro, trabalhador e honesto, queremos sim, que a federal esteja presente e se possível, aquele que ficar a favor da corrupção que seja preso e algemado”, disse o vereador.

Vale lembrar também, que se a justiça entender que ouve Prática de Irregularidades na Gestão de Recursos Públicos Municipais, praticadas pelo prefeito, seu vice, secretários e empresas, e se condenados, os envolvidos podem até serem presos, pois a ação do MP é criminal e dá cadeia.

Recentemente o ex-prefeito e pai do atual, o Edinho Bigodão foi condenado a seis anos de prisão, ele recorreu da decisão, mas se a condenação for confirmada pela justiça até as últimas instancias, Bigodão poderá ter que dormir no presidio.