Motorista que matou marido da amante por ciúmes é preso em Colatina

1285
Valdinei Martins Medeiros
Valdinei Martins Medeiros

O motorista de ônibus Valdinei Martins Medeiros, 31 anos foi preso nesta segunda feira, 23/02/2015, acusado pela polícia de matar a tiros por ciúmes o marido de sua amante em Colatina, no noroeste do Espírito Santo.

Ele se apresentou à polícia acompanhado de quatro advogados. Confessou ao delegado Fabrício Bragatto ter assassinado Valdeci de Oliveira, 39 anos, no último dia 9 de janeiro, mas não deu detalhes do crime.

O corpo da vítima foi encontrado em um local ermo no Bairro Honório Fraga com três tiros na cabeça e um na nuca. Já o carro de Valdeci com placas de Ecoporanga foi localizado do dia do crime em São Silvano, do outro lado da cidade com marcas de sangue e vestígios da massa cefálica.

Após quase quatro horas de depoimento na Delegacia de Crimes Contra a Vida de Colatina, Valdinei foi algemado e conduzido ao Centro de Detenção Provisória (CDP) no Bairro Santa Fé, em Colatina. Ele estava com a prisão decretada pela Justiça.

O advogado Sérgio Augusto Barbosa na defesa de Valdinei (foto) afirma que ele vivia sofrendo ameaças da vítima que não se conformava com a situação. “Está arrependido do que vez. Vai assumir a criança sim, afinal o filho é dele”, disse.

O delegado Fabrício Bragatto considerou ‘vagas e contraditórias’ as declarações de Valdinei que se recusou a revelar as circunstâncias do crime. “Todas as perguntas que poderiam descrever pormenores do assassinato não foram respondidas. Valdinei se limitou a dizer que só falaria em juízo”, contou Bragatto.

O delegado garante que não tem dúvidas que o crime foi cometido por motivo passional e Valdinei matou por ciúmes já que ela estava grávida dele e mantinham um romance as escondidas.

“Mesmo sabendo que Renata estava grávida de outro homem, Valdeci a aceitou de volta. Inclusive a mulher disse em depoimento que ele ia registrar o bebê como filho dele. Comprou até enxoval o que provocou o ataque de ciúmes”, lembrou.

Vestindo camisa azul listrada de mangas compridas visivelmente abalado, assim que deixou a sala da delegacia foi algemado e conduzido ao Centro de Detenção Provisória (CDP) no Bairro Santa Fé em Colatina.

Segundo o delegado Fabrício, Valdinei diz que após atirar em Valdeci na fuga em direção a Minas Gerais jogou a arma do crime dentro do Rio Doce. Antes de ser levado para o presídio, Valdinei se recusou a falar com a imprensa.

Por: Nilo Tardin